Sábado, 21 de Outubro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Monumento oculto na cidade é revelado por pesquisadores Pedra traz placa de bronze sobre plantio de Árvore da Amizade

Publicada em 09/08/2017 às 23:36
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
HISTÓRIA
 
Os pesquisadores e documentaristas Carlos Carvalho Cavalheiro e Ricardo Conrado Schadt fizeram a revelação de um marco oculto há cerca de 30 anos. Trata-se de uma pedra onde está inserida uma placa de bronze constatando a informação sobre o plantio de uma “Árvore da Amizade”, pelo Rotary Norte, em 1930. A revelação deste mistério deu-se na tarde do dia 7 deste mês, uma semana antes do aniversário de fundação de Sorocaba.
 
Tudo começou quando o historiador Cavalheiro, em conversa com Schadt, revelou que tinha uma memória afetiva acerca de uma pedra localizada na Avenida Roberto Simonsen, próximo ao Senai e à 14ª CSM de Sorocaba.
 
Cavalheiro recorda-se de que, em sua infância, ao passar pelo local, teria registrado em sua memória a existência uma placa na pedra que está localizada no canteiro central dessa via. Ocorre que a pedra está derrubada, com a face voltada para a terra, ocultando a existência da placa.
 
A partir desse momento, os dois resolveram pesquisar o assunto, levantar a pedra, que pesa por volta de 200 a 300 quilos, e documentar toda essa epopeia em vídeo. Como parte do processo, os pesquisadores resolveram revelar se nessa pedra existia mesmo uma placa. 
 
Munidos de alavancas e macacos-mecânicos, e com a ajuda de um trabalhador da redondeza, levantaram a pedra e fizeram a descoberta. De fato, existe uma placa que indica que, na Primavera de 1970, o Rotary Norte Sorocaba plantou uma Árvore da Amizade, um exemplar de pau-brasil, que, ao que tudo indica, não existe mais.
 
PLACA - Afixada na pedra, a placa tem os seguintes dizeres: "Árvore da Amizade/21-09-1970/Rotary Clube de Sorocaba Norte/Caesalpinia echinata/Ibirapitanga ou pau-brasil. A imprensa sorocabana registrou que, naquele dia, rotarianos, acompanhados de estudantes sorocabanos, fizeram o plantio de mudas para comemorar o Dia da Árvore.
 
ÁRVORE DA AMIZADE - De acordo com o site do Rotary Internacional, a Árvore da Amizade é um símbolo importante para os rotarianos. Diz o site que rotarianos têm plantado árvores desde o começo do século XX em nome do companheirismo e da amizade, e pelo prazer de servir à comunidade. “Estas árvores, encontradas em diferentes partes do mundo, são um testemunho duradouro dos ideais rotários. No papel de presidente emérito do RI, Paul Harris viajou bastante nas décadas de 20 e 30, na companhia de sua esposa, Jean. Nestas viagens, ele plantou árvores para simbolizar amizade e boa vontade."
 
MEMÓRIA OCULTA – O historiador Carlos Carvalho Cavalheiro considera esse um dos “lugares de memória oculta” da cidade. O conceito surgiu a partir de sua dissertação que analisou os lugares de memória de Sorocaba, categorizando-os como “invisíveis”, “ocultos” e “explícitos e decifráveis”. 
 
Os invisíveis são aqueles que não guardam mais resquícios de seu passado, como a antiga igreja de Santo Antônio, ao lado do Mercado Municipal, que deu lugar a um prédio comercial na década de 1950; hoje não há nenhuma referência àquele passado. 
 
Os explícitos e decifráveis são aqueles que estão visíveis, são notórios e permanecem por uma questão de interesse ideológico; por isso, são decifráveis na medida em que seu simbolismo pode ser interpretado.
 
Os ocultos são os que ainda existem, mas que estão escondidos por algum motivo. É o caso de monumentos ou placas que são obstaculizadas por poluição visual, por exemplo.
 
Nesse caso, a pedra existe, mas a placa está oculta. Da forma como está, a pedra deixa de ser um "marco" para ser apenas uma pedra comum, como tantas outras que existem pelos caminhos.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar