Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Atriz Jeanne Moreau morre aos 89 anos

Publicada em 31/07/2017 às 18:10
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
DESPEDIDA
 
A atriz e diretora Jeanne Moreau, considerada a grande dama do cinema francês, morreu nesta segunda-feira (31) aos 89 anos de idade, informou a imprensa francesa. A intérprete, que trabalhou com os maiores diretores da cinematografia francesa, como François Truffaut, Louis Malle e André Téchiné, foi encontrada morta em sua casa em Paris por sua empregada doméstica, segundo a revista "Closer".
 
Moreau, a melhor atriz do mundo, segundo Orson Welles, é a primeira mulher acadêmica de Belas Artes na história da França, fez parte da “Nouvelle Vague” e foi musa de diretores como Luis Buñuel, com quem trabalhou em “Diário de uma Criada de Quarto”.
 
“Essa tristeza não acabará nunca, mas a alegria de lembrá-la sempre estará conosco”, escreveu no Twitter o Unifrance, organismo encarregado da promoção do cinema francês no exterior.
 
Nascida em 23 de janeiro de 1928, de pai francês e mãe britânica, estreou no teatro em 1947 com “La terrasse de midi”, apresentada no Festival de Avignon.
 
A protagonista de “Uma Mulher para Dois” (1962) e de “A Noiva Estava de Preto” (1967), de Truffaut, teve ampla trajetória. Entre os filmes que fez, destacam-se também “A Noite” (1962), de Michelangelo Antonioni, e “Duas Almas em Suplício” (1960), de Peter Brook, que lhe valeu o prêmio de melhor interpretação feminina em Cannes.
 
Atriz poliglota e internacional, que se destacou também como cantora, foi prêmio “César” de melhor atriz em 1992 por “La vieille qui marchait dans la mer”, de Laurent Heynemann, e presidente do júri de Cannes em 1975 e 1995.
 
“Com ela desaparece uma artista que encarnou o cinema na sua complexidade, na sua memória, na sua defesa”, afirmou ontem a presidência francesa, que a destacou como uma mulher rebelde contra a ordem estabelecida e a rotina.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar