Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Vendas crescem 7,9% no varejo Segundo pesquisa da Fecomercio, comércio varejista da região alcançou faturamento real de R$ 2,9 bilhões em março

Publicada em 19/06/2017 às 11:32
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Fotos Públicas)
O faturamento real do comércio varejista na região de Sorocaba atingiu R$ 2,9 bilhões em março, com alta de 7,9% em relação ao mesmo mês de 2016. No acumulado dos últimos 12 meses, houve crescimento de 4,5% nas vendas.
 
Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), feita mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de São Paulo (Fecomercio/SP), com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado. Das nove atividades analisadas, oito apresentaram crescimento no faturamento em março em Sorocaba e região, na comparação com o mesmo mês de 2016, com destaque para eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (35,1% e contribuição de 4,1 pontos percentuais para o resultado geral), supermercados (4,7% e 1,6 p.p.) e farmácias e perfumarias (14,1% e 0,8 p.p.).
 
O único destaque negativo no mês foi visto no segmento de outras atividades (-0,5%), que impactou negativamente com 0,1 pontos percentuais para o resultado geral do varejo de Sorocaba. Segundo a assessoria econômica da Fecomercio/SP, o desempenho varejista da região é satisfatório, com oito das nove atividades crescendo e algumas registrando recordes de vendas. “É uma sequência sólida de elevações que mostra os efeitos no comércio do bom desempenho dos setores do agronegócio e automobilístico, importantes para a região  de Sorocaba. A tendência permanece positiva”, explica a entidade.
 
NO ESTADO – O comércio varejista do Estado de São Paulo faturou R$ 50,3 bilhões em março, alta de 4,3% na comparação com o mesmo mês de 2016. No acumulado do primeiro trimestre, as vendas cresceram 2,6%, o que em termos monetários representa um faturamento R$ 3,7 bilhões acima do apurado no mesmo período do ano passado. Considerando os últimos 12 meses, as vendas registraram alta de 1,1%.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar