Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< ECONOMIA Varejo elimina 327 empregos na região de Sorocaba Maiores quedas foram vistas nos segmentos de lojas de vestuário, tecidos e calçados

Publicada em 10/05/2017 às 11:15
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Arquivo/Fernando Rezende)
O comércio varejista na região de Sorocaba fechou 327 postos de trabalho, resultado de 3.733 admissões contra 4.060 desligamentos em fevereiro. Em 12 meses, foram eliminados 2.065 empregos com carteira assinada, o que representa um recuo de 1,8% do estoque total na comparação com fevereiro de 2016. O varejo da região encerrou o mês com 110.980 trabalhadores formais.
 
As informações são da Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista, da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), elaborada com base nos dados do Ministério do Trabalho. Das nove atividades analisadas, sete apresentaram queda na ocupação formal em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2016. As maiores quedas foram vistas nos segmentos de lojas de vestuário, tecidos e calçados (-6,2%) e de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (-5,6%). Os setores de farmácias e perfumarias (1,5%) e de supermercados (2,5%) foram os únicos que registraram aumento de trabalhadores no período.
 
A nível estadual, o comércio varejista segue enxugando seu quadro de funcionários neste começo de ano. Em fevereiro, foram eliminados 4.068 postos de trabalho, resultado de 68.182 admissões contra 72.250 desligamentos. Apesar deste ser o terceiro mês consecutivo de saldo negativo de empregos, a retração foi menor que a registrada em fevereiro de 2016, quando 13.365 empregos foram extintos.
 
De acordo com a assessoria econômica da Fecomercio-SP, o fechamento de postos de trabalho em ritmo desacelerado indica que a crise no mercado de trabalho varejista pode estar próxima do fim. Segundo a entidade, é esperado que os resultados oscilem bastante, pois o cenário é dependente dos resultados práticos de inflação e juros mais baixos ao consumidor.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar