Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SOROCABA Comércio fecha as portas sob pressão de manifestantes Todas unidades municipais de saúde estão funcionando

Publicada em 28/04/2017 às 10:56
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Germano Schonfelder)
Por conta da mobilização de grupos de manifestantes na Praça Coronel Fernando Prestes, no Centro, dentro da Greve Geral, convocada nesta sexta-feira (28) por centrais sindicais, quase que a maioria dos comércios fechou as portas. 
 
Enquanto os manifestantes desciam o Bulevar Dr. Braguinha, lojas que se encontravam abertas começaram a fechar as portas sob pressão dos participantes do ato. Conforme o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio, 99% dos estabelecimentos paralisaram as atividades. Por outro lado, o presidente da Associação Comercial de Sorocaba, José Alberto Cépil, na véspera da mobilização, disse que a ação certamente iria prejudicar todo o setor produtivo e, principalmente, o comércio. 
 
Na Rodoviária, nenhum ônibus intermunicipal ou de linhas estaduais circularam, e todos os guichês do terminal rodoviário mantiveram-se fechados. No transporte coletivo, como a Urbes-Trânsito e Transportes não conseguiu liminar, junto ao Tribunal Regional do Trabalho, para que fosse mantida 70% da frota em operação – decisão que foi lamentada pela empresa pública, por prejudicar o deslocamento da população – a alternativa encontrada pelos poucos passageiros que circulavam pelo Centro foi usar o serviços de caronas, como o Uber, ou recorrer aos táxis. 
 
SAÚDE - A Secretaria da Saúde de Sorocaba informa que todas as unidades da rede municipal de saúde estão funcionando nesta sexta-feira (28). O secretário da Saúde, Rodrigo Moreno, salienta que não têm qualquer fundamento as informações divulgadas desde a tarde de quinta-feira (27) e boatos que estão circulando nesta sexta-feira sobre o fechamento completo das 32 Unidades Básicas de Saúde e funcionamento parcial das Unidades Pré-hospitalares e Pronto Atendimentos. “A rede tem observado uma redução na demanda e ausência de pacientes para consultas agendadas, mas todos os serviços estão disponíveis aos cidadãos que comparecerem e a população pode ficar tranquila”, ressalta o secretário.
 
Todas as unidades de Urgência e Emergência da cidade, UPHs Zona Norte, Leste e Oeste, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Éden e os Pronto Atendimentos funcionaram normalmente na madrugada e nesta manhã mantém 100% das equipes e a totalidade dos serviços ativos. Na Policlínica Municipal houve falta de alguns funcionários, mas a unidade está funcionando plenamente, embora com menor comparecimento de pacientes que tinham atendimento agendado. Nas 32 Unidades Básicas de Saúde foi registrada ausência de funcionários, mas essa situação não causou cancelamentos de atendimentos ou suspensão de serviços de nenhuma natureza.
 
A única intercorrência registrada, mas que não tem qualquer relação com o movimento de greve anunciado, é o cancelamento das vacinações de rotina nas UBSs da Vila Fiore e Nova Sorocaba. Nessas duas unidades foi registrado um problema técnico em equipamentos inviabilizando o armazenamento de vacinas com o controle rigoroso que é exigido. Por estar acontecendo uma campanha de vacinação no momento – imunização contra a gripe - uma operação especial, com caixas térmicas tem garantido este atendimento específico nas duas UBSs, mas as demais doses não estão temporariamente sendo aplicadas. Em todas as outras UBSs as vacinações estão sento atendidas dentro da rotina.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar