Sábado, 27 de Maio de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< BBB 17 BBB 17 - Leifert visita a casa e abre votação para escolher vencedora

Publicada em 12/04/2017 às 00:48
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Diferentemente das outras edições do "BBB", Tiago Leifert apresentou a edição ao vivo desta terça-feira (11) direto da casa do "BBB17". Sentado no sofá ao lado de Emilly, Ieda e Vivian, o apresentador conversou com as finalistas e assistiu aos melhores momentos delas no confinamento. Ao fim do programa, Leifert abriu a votação para a escolha da vencedora.

Recebido com abraços das sisters, o apresentador se disse honrado estar dentro da casa e conhecer as sisters pessoalmente. "Vivian, fique tranquila que as pessoas vão te reconhecer no avião", disse para a manauara, em alusão a um comentário feito por ela sobre ser reconhecida.

Emilly foi a primeira confinada a assistir ao VT de melhores momentos de sua participação. O relacionamento com Marcos, a amizade com Roberta, as vitórias nas provas de liderança e os frequentes ataques de estrelismo e egoísmo foram mostrados no compilado. "Ela é difícil", disse Leifert ao fim das cenas.

Questionada pelo apresentador qual foi o maior aprendizado dentro da casa, Emilly respondeu:  "Aprendi a saber sentir dor, me controlar um pouco por mais que pareça que não. Eles me buscaram 15 depois da minha mãe ir pro céu. Eu fiquei pensando se isso ia ser uma experiência boa", disse a gaúcha.

Emocionada, ela completou dizendo que a participação no programa a ajudou a superar a morte da mãe. "Se não fossem vocês naqueles 15 dias a me tirar de lá eu nem sei se estaria aqui. Eu pensei que a minha vida tinha acabado e eu percebi que tem muita gente que me ama e que se importa comigo. Eu só quero aprender, ser melhor pra minha família e pros meus amigos", disse.

IEDA E VIVIAN - Na sequência foi a vez de Ieda ser homenageada. A jovialidade da aposentada, a personalidade protetiva, o pavio curto e as sucessivas gafes da gaúcha, que inclusive chamou Leifert de Bial, foram vistos apresentados às sisters e aos espectadores.

"Idade não é sinônimo de velhice, a gente tem a idade que a gente quer e a minha é um pouquinho mais que a tua", disse a gaúcha para Leifert.

Na vez de Vivian, a animação da manauara, o relacionamento com Manoel e as intervenções da ex-miss em discussões envolvendo mulheres da casa foram mostradas ao público. "Os seus finais de festa eram antológicos", elogiou Leifert.

O apresentador também revelou que os gêmeos Antônio e Manoel participaram do intercâmbio do "Gran Hermano VIP" e contou para as sisters que os capixabas aprontaram muito na Espanha. Leifert contou, ainda, que o jogo dos gêmeos foi inspirado em Emilly.

MARCOS - Formado em sua maioria por mulheres, um grupo de fãs de Marcos Harter faz vigília em frente ao hotel em que o médico está hospedado, na zona oeste do Rio. Segundo eles, para manifestar apoio. O médico foi expulso do "BBB17" por indícios de agressão contra Emilly.

Kennia Cristina, 19, resumiu o pensamento do grupo: "Não concordo com a atitude dele, mas ele foi injustiçado". A jovem vai a todos os paredões e volta sozinha, de ônibus, para casa, de madrugada. "Minha mãe nem sabe que estou aqui."

 Não adianta tentar convencer o grupo do contrário: todos estão convictos de que a edição do reality "queimou" o casal e favoreceu Vivian. "Achei um absurdo a produção deixar chegar ao ponto que chegou. Além disso, o Alemão xingou a Iris (no "BBB7") e foi campeão", comparou a comerciante Monica Krapp, de 46 anos.

 Alessandra Amaral, 31, faz coro. "Marcos não é o vilão da história. Ele pediu psicólogo, mas não teve a assistência necessária. Durante o jogo ele foi íntegro, jogou limpo", afirmou ela, que disse ter chorado a noite toda com a expulsão do brother.

 Vivian não sairá vencedora se depender deles, que agora se esforçam para entregar o prêmio para a gêmea. Nem que custe uma grana. "Já gastei mais de R$ 400 em créditos para votar", contou a monitora de qualidade Taís Rocha, que pegou um táxi do Méier até Jacarepaguá para chegar mais perto do médico.

 Monica contabilizou até mais. Fã de realities, ela calcula ter investido mais de R$ 1.000 só por causa deste "BBB". "Sem falar na reserva do hotel para a noite da final, que custa uns R$ 300", disse. Boa parte do grupo reunido na terça-feira (11), aliás, já garantiu sua vaga no hotel onde Marcos está e para onde vão os brothers após o término do programa.

 Sacrifício é palavra que não entra no vocabulário deles, que já foram de ônibus até São Paulo só para ver um ensaio da Gaviões da Fiel com a ex-BBB Amanda Djehdian, do "BBB15". Tomaram banho num depósito, mas quem liga? "Vale a pena. Nós gostamos de verdade", disse Monica.

Outra função do fã-clube é desmentir os boatos que surgem nas redes sociais: alguém espalhou que havia polícia na entrada do hotel e outra pessoa quis causar inveja, dizendo que havia beijado e abraçado o ex-participante.

 Sem o sagrado "pay per view", que todos assinam para não perder nenhum minuto do que acontece na casa, eles continuam ligados nas redes sociais para não perderem o fio da meada, sem deixar de checar cada carro que estaciona no local, torcendo por alguns segundos ao lado do cirurgião.

 A maioria se conheceu pela internet e o fã-clube vai se ampliando no encontro ao vivo. Entre trocas de WhatsApp, alguém sugere um encontro num churrasco depois que a competição acabar. Será que algum ex-BBB vai?

EXPULSÃO DE MARCOS - O médico Marcos foi expulso do BBB17. O participante foi acusado de agredir fisicamente e psicologicamente Emilly, como quem manteve um relacionamento dentro da casa. Minutos antes do início do programa ao vivo, na segunda-feira (10), o gaúcho foi ao confessionário pela segunda vez no dia. Ele já tinha sido chamado no começo da noite, mas não falou nada sobre a conversa.

Cerca de uma hora após a primeira ida do médico, foi a vez de Emilly. O áudio da casa foi cortado por poucos segundos e ela seguiu até o cômodo privado. Depois de cinco minutos, deixou o local e foi até a cozinha em silêncio, na sequência ela caiu no choro e se isolou na área externa da casa.

Marcos saiu atrás da gêmea e tentou conversar com ela sobre o que aconteceu no confessionário: "É alguma coisa comigo?". A gaúcha respondeu algo semelhante ao que o brother disse para ela minutos antes: "O que acontece no confessionário".

Diante da repercussão das atitudes de Marcos, a família dele emitiu uma nota, dizendo que o estresse seria o motivo das atitudes em relação a Emilly. "O Marcos que vocês estão assistindo não é esse ser humano agressivo".

AGRESSÃO - Durante a madrugada de domingo (9), Marcos perdeu o controle e encurralou Emilly em um canto da sala. O desentendimento aconteceu após a gaúcha sair da festa com Vivian e perguntar para o brother se se ele queria que ela ganhasse o reality. Marcos respondeu apenas que o público deveria decidir.

"Isso é ridículo, Marcos. Pra mim você falou várias vezes que queria que eu ganhasse e a Vivian ficasse em segundo. Mas daí na frente dela tu fala que prefere que o público decida? Na cara da Vivian você não diz, né? E eu tenho que ficar vendo você babando nessa mulher na minha frente. Transbordou o meu balde. Chega. Não quero você perto de mim", reclamou Emilly. Marcos estava dando risada da situação, e tentou dar um abraço na sister, que recusou e se esquivou inúmeras vezes.

CASO DE POLÍCIA - O "Jornal Nacional" de segunda-feira (10) noticiou o comportamento agressivo de Marcos com Emilly durante os últimos dias. Com as imagens exibidas no programa, Renata Vasconcellos informou que a delegada Marcia Noeli Barreto, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, esteve na casa conversando com a sister e disse que ela poderia pedir o afastamento de Marcos se ela quiser.

"A delegada concordou com as seguintes medidas: submeter Emilly a um exame clínico por um médico da Globo para avaliar a possibilidade de lesão corporal e chamá-la novamente ao confessionário, a fim de que fiquem claros seus direitos garantidos pela lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distante de Marcos se assim o desejar. A partir dos resultados, a Globo anunciará o que fará na edição de hoje do programa."

William Bonner também anunciou que a Globo estava analisando o caso e iria decidir que atitudes tomar em relação ao comportamento do cirurgião plástico: "Mais uma vez a Globo reafirma seu repúdio a toda e qualquer forma de violência tendo evidenciado em todas as suas atitudes. Conforme esclarecemos no ar na edição do BBB discussões como aconteceram entre Marcos e Emilly na madrugada de domingo podem levar às agressões físicas, o que não é admissível nem dentro nem no programa nem fora dele".

"Pelas regras do BBB, inclusive, agressões físicas são punidas com expulsões imediatas. Por isso, a direção do programa chamou Marcos e Emilly separadamente ao confessionário, no domingo. Marcos foi repreendido e alertado sobre seu comportamento. Para Emilly foi reforçado todo apoio. Na ocasião, ela não denunciou nenhuma agressão física.", completou o apresentador. 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar