Sábado, 27 de Maio de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Usuários fazem grandes filas na compra de passe no preço antigo Aumento da tarifa, de R$ 3,80 para R$ 4,10, passa a valer a partir de hoje

Publicada em 02/03/2017 às 14:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Munícipes preocupam-se com o impacto do reajuste no orçamento
Uma longa e constante fila nos guichês de compra de passe no Terminal Santo Antônio, no Centro, nesta quarta-feira (1º), mostrou o quanto o usuário está aflito com o reajuste de 7,89% da tarifa de ônibus, em vigor a partir de hoje (2). Até ontem, a aquisição ainda podia ser feita no valor antigo. O passe social, agora, custa R$ 4,10 e visa recuperar as perdas de 14 meses sem elevação.
 
“É um absurdo”, afirma Franciele Paula de Oliveira, 27 anos, inspetora de qualidade. “Vou gastar, no mínimo, mais uns R$ 70 por mês”, lamenta. Já a auxiliar de cozinha Elza Maciel, 45 anos, diz ainda não conseguir acreditar no aumento. “Pegou de surpresa”, conta. Usuária da linha Santa Esmeralda, ela reclama da falta de carros para o bairro e da superlotação.
 
Ao ficar sabendo do aumento pela televisão, Evaldo Pereira, 45 anos, pedreiro, correu para garantir passes no valor antigo por pelo menos mais um mês. “É significativo. O salário da gente está estagnado, então tem de tirar de uma coisa para suprir outra”, comenta. “Tem de comprar uma bicicleta ou um animal que carregue a gente”, brinca.
 
Já Eunice do Prado, 56 anos, diarista, sentirá um impacto forte. “Se eu ganho R$ 100 pela faxina, já vou ter que tirar R$ 8,20 só para o ônibus”, declara. “Eu vou e volto de van do trabalho, mas quando perdi esse transporte e tive de pegar ônibus, eles passavam lotados e não paravam”, relata Irene Figueiredo, 47 anos, auxiliar de cozinha. “Ainda querem cobrar um absurdo para ir em pé na porta? O povo não está nada contente.”
 
A estudante Aline França dos Santos, 23 anos, garante que a falta de carros em circulação e o número crescente de passageiros não justificam o aumento da passagem. “Acho um absurdo. Eu ainda estudo no cursinho e não tem passe estudantil”, diz.
 
CRISE – A Urbes-Trânsito e Transporte anunciou o aumento da tarifa de ônibus no dia 23 do mês passado. Em nota, a Prefeitura explica que o reajuste tornou-se necessário para recuperar as perdas provocadas pelos índices inflacionários e a elevação de custos dos insumos no transporte, acumulados durante os últimos 14 meses em 11,75% na média. Também se registrou a queda acentuada dos passageiros transportados, de aproximadamente 8%, em cinco anos.
 
O passe social, agora, custa R$ 4,10 e o estudantil, R$ 1,60; o vale-transporte sobe para R$ 4,60. Nos domingos, a tarifa passa de R$ 1,50 para R$ 2,50.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar