Quinta-Feira, 29 de Junho de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE UPH Zona Norte atende a 411 crianças na primeira semana

Publicada em 09/02/2017 às 15:12
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Por dia, a UPH da Zona Norte faz 58 atendimentos (Foto: Zaqueu Proença)
Na primeira semana de funcionamento, completada na manhã desta quarta-feira (7), o serviço de pediatria na Unidade Pré-hospitalar (UPH) da Zona Norte atendeu a 411 crianças, uma média de 58 atendimentos por dia. Fechada desde novembro de 2013, a Pediatria na unidade foi reativada garantindo a volta do atendimento de crianças em todas as unidades de urgência e emergência da cidade.
 
Com o serviço funcionando regularmente, a Secretaria da Saúde passa a reforçar orientações aos usuários da rede municipal de saúde para que a unidade seja utilizada de maneira correta. “As UPHs são preparadas e equipadas para os casos de urgência e emergência que, preferencialmente, já tenham sido avaliados nas Unidades Básicas de Saúde, nos bairros. Nos horários em que as UBSs estão funcionando, pedimos a colaboração da população neste sentido”, solicita o coordenador da pediatria da UPH Zona Norte, Marco Túlio Scaliante. 
 
Ele salienta que a rede básica tem todas as condições de solucionar a maioria dos casos; assim, ficariam priorizados na UPH os atendimentos que realmente apresentam algum risco ou gravidade.
 
Na zona norte, fora as crianças, o atendimento clínico (de adultos) teve 3.018 pacientes na primeira semana de fevereiro, média de 431 por dia. “Nossa orientação para que as unidades de Urgência e Emergência sejam utilizadas da maneira correta é tanto para o atendimento infantil, quanto o de adultos. Ampliaremos esforços no sentido de que as pessoas procurem primeiro a Unidade Básica de Saúde, onde a maior parte dos casos pode ser totalmente resolvida. Assim, apenas aqueles casos de maior risco chegarão aos PAs e às UPHs, que são os locais preparados para esse serviço”, explicou o coordenador da Urgência e Emergência, Marcos Fabrício.
 
LOCAL CORRETO - Cristina da Silva Souza, 26 anos, moradora do Parque São Bento, recorreu à Pediatria da UPH por volta da meia-noite de terça-feira (7) em uma situação de urgência, quando a filha Dafnie, 8 meses, caiu da própria altura e bateu a cabeça. “Ela vomitou e eu sabia que precisava de médico rápido”, contou. Além da consulta, Dafnie fez exames e ficou em observação até a manhã seguinte, quando teve alta. “Estou indo embora tranquila. Agora sei que está tudo bem com ela”, falou Cristina.
 
Também foi por causa do horário que a mãe de Luiz Gustavo, 8 meses, Kelly Beatriz da Silva, 26 anos, levou o menino com febre alta à UPH, onde foi medicado e passou por exames durante a madrugada. “Estou satisfeita porque a medicação controlou a febre e ele melhorou. Foi a primeira vez em que ele teve isso e fiquei preocupada”, explicou. Com febre alta e um quadro de conjuntivite persistente há vários dias, Kemily, 3 anos, foi consultada na manhã desta quarta-feira (8). A mãe, Camila Teixeira Gonçalves, 23 anos, costuma utilizar corretamente a UBS Paineiras para os atendimentos de rotina e disse que procurou a UPH devido ao estado de prostração da menina por causa da febre. Fomos atendidas rápido e tudo vai ficar bem logo”, comentou.
 
Antes da reativação da Pediatria na UPH Zona Norte, crianças doentes como Dafnie, Luiz Gustavo e Kemily, teriam de ser deslocadas para outras regiões da cidade para ser atendidas durante a noite e a madrugada. Em geral, a busca dos pais era pela UPH Zona Oeste, localizada na Avenida General Carneiro, que nos últimos dias ainda não teve uma alteração do movimento. Foram registrados 982 atendimentos de crianças de 1ª a 7 de fevereiro, média de 140 por dia.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar