Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE UPH Zona Norte retoma atendimento pediátrico

Publicada em 03/02/2017 às 12:16
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A estimativa é de que 180 crianças sejam atendidas ao longo das 24 horas do dia (Foto: Secom)
Pontualmente às 7 horas de quarta-feira (1º), a Unidade Pré-hospitalar Zona Norte, localizada na Avenida Itavuvu, voltou a oferecer atendimentos pediátricos de urgência e emergência. Depois de pouco mais de três anos suspenso, o serviço será mantido por 24 horas, sete dias da semana. Com a medida, todas as unidades de urgência da cidade voltam com atendimento a crianças.    
 
Kaíque, de dois meses e meio, foi o primeiro paciente da Pediatria. "Eu sabia que ia abrir e cheguei às 7 horas mesmo", contou a mãe, Fernanda Barbosa Dorigão, 21 anos, moradora do Parque das Laranjeiras. Ela relatou que o bebê apresentou dificuldade para respirar e mamar durante a madrugada, o que a deixou preocupada. Kaíque foi examinado pela pediatra Maria José Souza Castro e foi liberado para casa com prescrição de medicação.
 
Ainda na primeira hora de serviços, Andreia Almeida da Silva, 21 anos, chegou à UPH com a filha Maria Regina, de 3. Ela já havia procurado uma Unidade Básica de Saúde, mas foi encaminhada para a UPH com indicação para exames. "Como ela está com dor de cabeça e no peito, a pediatra contou-me que já estava funcionando aqui e que precisamos de raio X", explicou. 
 
Marco Túlio Scaliante, coordenador da Pediatria na unidade, informa que a estimativa é por uma demanda de 180 crianças ao longo das 24 horas do dia. Ele orienta que é indicado sempre procurar a UBS primeiro e só recorrer à UPH nos casos de urgência e emergência para otimizar os atendimentos. "A rede básica está preparada para solucionar a maioria dos casos, assim, ficam priorizados na UPH os atendimentos que realmente apresentam algum risco ou gravidade. Pedimos a colaboração dos pais e responsáveis para utilizarem corretamente os serviços", acentuou.
 
Os plantões terão três médicos para o atendimento de crianças, e o suporte de enfermeiros e técnicos de enfermagem. Por meio de processo seletivo, a Prefeitura contratou 20 médicos para esse serviço e também chamou enfermeiros aprovados em concurso para assumirem seus postos de trabalho. Outras medidas aplicadas foram a adequação de escala para garantir as equipes de técnicos de enfermagem, reforço na recepção e ampliação da segurança.
 
Recursos materiais também foram providenciados, como a lista de medicamentos específicos da Pediatria, mobiliário e materiais médicos próprios. Na estrutura, estarão disponíveis cinco leitos de observação para a Pediatria - a UPH conta ainda com dois leitos de suporte para os casos de emergência. A Pediatria funcionará separadamente da clínica médica - atendimento de adultos - tendo, ainda, três consultórios e uma sala para isolamentos.  
 
Casos que precisem de internação terão como referência o Hospital do Gpaci e o Hospital Santa Lucinda, exceto na área de Ortopedia Pediátrica, cuja referência é a Santa Casa de Misericórdia. A destinação desses casos é feita pela Central de Regulação de Vagas, como já ocorre em outros serviços. A volta da Pediatria não promoverá nenhuma alteração aos atendimentos de adultos. Atualmente, a UPH Zona Norte atende à cerca de 450 a 500 adultos por dia.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar