Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< AGENDA CULTURAL Abastecimento de água em Sorocaba é prejudicado Conforme engenheiros, entrou ar nas adutoras, o que impede o fluxo de água

Publicada em 01/02/2017 às 14:19
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Como consequência do temporal da noite desta terça-feira (31), a Estação de Tratamento de Água do Cerrado (ETA Cerrado) está recebendo água de apenas duas adutoras que captam água na represa do Clemente, próximo a Itupararanga.

Assim, os 26 Centros de Distribuição de água existentes na cidade apresentava, até o início da tarde, situação de níveis baixos dos reservatórios, impedindo o bombeamento necessário para as regiões situadas em pontos mais altos.

Diante desta situação, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba alerta a população de que a cidade, como um todo, deverá ter prejuízos no abastecimento e distribuição de água tratada durante esta quarta-feira, 1º de fevereiro, com exceção das regiões do Éden e Cajuru do Sul, que recebem água da ETA do Éden.

De acordo com o diretor-geral do Saae, Ronald Pereira da Silva, essa situação está ocorrendo desde as 22h30 de terça-feira, quando foi detectado que a ETA do Cerrado não estava recebendo água para tratamento e distribuição com carga plena, e desde então equipes da autarquia deram início ao trabalho de vistoria das adutoras, ao longo dos seus 14 quilômetros, entre a represa de Itupararanga e a ETA do Cerrado, e não foi detectado indícios de rompimentos.

A conclusão dos engenheiros e técnicos do Saae foi de que, por algum motivo que está sedo investigado, ocorreu a entrada de ar nas adutoras, impedindo o fluxo de água em seu interior. Desta forma, funcionários da autarquia estão fazendo a abertura dos diversos dispositivos de descarga existentes ao longo das tubulações, para a eliminação desse ar.

Durante esta quarta-feira a autarquia estará atualizando os dados sobre suas operações visando a normalização do abastecimento e informando a população sobre a situação de momento.
 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar