Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE UPH da Zona Norte volta a atender Pediatria

Publicada em 01/02/2017 às 08:08
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Fernando Rezende)
A Unidade Pré-Hospitalar da Zona Norte, localizada no início da avenida Itavuvu, volta a atender crianças nesta quarta-feira, 1º de fevereiro, por determinação expressa do prefeito José Antônio Caldini Crespo (DEM). Suspenso há pouco mais de três anos por determinação do governo do ex-prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB), alegando estratégias para `modernizar´ e `agilizar´ o atendimento de saúde no Município, o serviço pediátrico de urgências e emergências será, assim, retomado às 7h de hoje e funcionará 24 horas, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados. A medida é apresentada por Crespo um compromisso da atual Administração para com a população daquela região da cidade e marca a volta do atendimento pediátrico em todas as unidades de urgência e emergência de Sorocaba. 
 
Os plantões terão três médicos para o atendimento de crianças, além de suporte de enfermeiros e técnicos de Enfermagem. Por meio de processo seletivo, a Prefeitura contratou vinte médicos para esse serviço e também chamou enfermeiros aprovados em concurso para assumirem seus postos de trabalho. Outras medidas viabilizadas foram a adequação de escala para garantir as equipes de técnicos de Enfermagem, reforço na recepção e ampliação da segurança.
 
MEDICAMENTOS DE USO PEDIÁTRICO - Recursos materiais também foram providenciados, como a lista de medicamentos específicos da pediatria, mobiliário e materiais médicos próprios. Na estrutura, serão disponibilizados cinco leitos de observação para a pediatria, sendo que a UPH conta ainda com dois leitos de suporte para os casos de emergência. 
 
Atualmente, a UPH Zona Oeste (a maior da cidade), na avenida General Carneiro, já atende, em média, 300 crianças por dia e a expectativa para o novo serviço na UPH da Zona Norte é de receber aproximadamente 180 pacientes diariamente. Casos que precisem de internação terão como referência o Hospital “Sarina Rolim Caracante”, do Gpaci (Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer  Infantil), no Jardim Faculdade, e o Hospital Santa Lucinda, exceto na área de ortopedia pediátrica, cuja referência é a Santa Casa de Misericórdia. A destinação desses casos é feita pela Central de Regulação de Vagas, como já ocorre em outros serviços.
 
A volta da pediatria na UPH da Zona Norte, por outro lado, não promoverá nenhuma alteração aos atendimentos de adultos, reforça ainda a Secretaria da Saúde do Município. Atualmente, a UPH Zona Norte atende cerca de 450 a 500 adultos por dia.
 
 
Três UBSs ampliam atendimento até 19 horas
 
Também a partir desta quarta-feira, 1º de fevereiro, três Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Sorocaba voltam a funcionar até 19 horas. Localizadas estrategicamente em três regiões da cidade, são elas a UBS de Vila Haro (Zona Leste), UBS do bairro Júlio de Mesquita Filho (Zona Oeste) e UBS da Vila Fiore (Zona Norte). 
 
A Secretaria da Saúde da Prefeitura atende com essa medida, esclarece o Paço, às solicitações da população, voltando a oferecer opção de atendimento na rede básica nessas unidades, principalmente para quem trabalha durante o dia e estava sem acesso aos serviços.
 
Sorocaba conta com 31 Unidades Básicas de Saúde e, assim, e as demais continuarão fechando às 17 horas, de segunda à sexta-feira, até que seja possível, também segundo a Prefeitura, “equacionar as medidas necessárias para que também possam ampliar o seu horário de funcionamento”. Todas as UBSs da cidade abrem às 7 horas. 
 
 
Câmara entrega relatório sobre
UPHs e Santa Casa ao prefeito
 
Está agendada para as 10 horas desta quarta-feira, 1º de fevereiro, na sala de reuniões do Legislativo, a entrega de um relatório elaborado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal e pela sua Comissão de Saúde sobre a situação encontrada durante os “Arrastões da Saúde”, realizados este mês, ao prefeito José Antônio Caldini Crespo (DEM), e ao secretário municipal da Saúde, Rodrigo Moreno. Além do presidente da Câmara, Rodrigo Manga (DEM), participaram das visitas de fiscalização o 2º vice-presidente da Câmara, Luís Santos (Pros); o 3º vice-presidente, Hudson Pessini (PMDB) – membro da Comissão de Saúde Pública da Câmara –; o 1º secretário, Fausto Peres (Podemos); o 2º secretário, João Donizeti Silvestre (PSDB); o 3º secretário, Péricles Régis (PMDB); o presidente da Comissão de Saúde, Renan dos Santos (PCdoB), e o vereador JP Miranda (PSDB), que também faz parte da Comissão. 
 
No início do mês de janeiro, os vereadores realizaram a primeira fiscalização nas Unidades Pré-Hospitalares do Município (UPHs), localizadas nas zonas Norte, Oeste e Leste, quando verificaram a quantidade de pacientes, o tempo de espera, o número de médicos e a necessidade de vagas de internação em leitos hospitalares. Esta semana, o foco foi o pronto-socorro e hospital municipal que funcionam na Santa Casa de Misericórdia.  
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar