Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< INTERNACIONAL Trump proíbe financiamento a entidades que defendem aborto

Publicada em 27/01/2017 às 06:48
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Além do ato que retirou os Estados Unidos da Parceria Transpacífico, o Tratado Transpacífico de Comércio Livre, que engloba 40% da economia mundial e 800 milhões de pessoas, o presidente Donald Trump assinou dois outros decretos de grande impacto doméstico. O primeiro proíbe financiamento do governo federal para organizações não governamentais estrangeiras que promovam ou paguem o aborto. 
 
O decreto sobre o aborto significa, na prática, que o presidente Trump revalidou uma medida da época do ex-presidente Ronald Reagan. A medida veda ajuda dos Estados Unidos a órgãos não governamentais prestadores de serviços de saúde, que atuam em outros países, que discutam ou incluam o aborto como uma opção de planejamento familiar.
 
O decreto tem o apoio de setores religiosos que lutam contra a matança de crianças nos Estados Unidos. A legislação dos Estados Unidos já proíbe o uso de dinheiro dos contribuintes americanos para ser usado em serviços de aborto em qualquer lugar, inclusive em países onde a prática é legal. Mas o decreto assinado constitui um passo à frente, porque também congela o financiamento dos Estados Unidos aos prestadores de cuidados de saúde nos países pobres se prestadores incluírem aconselhamento sobre o aborto ou defendam o crime.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar