Sábado, 29 de Abril de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA 'Arrastão Cultural' pretende promover resgate da periferia

Publicada em 25/01/2017 às 07:11
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

“O ‘Arrastão Cultural’ não será apenas uma atividade cultural e artística; será um mecanismo de resgate da estima da região onde ele for realizado”, foi assim que o secretário de Cultura e Turismo de Sorocaba, Werinton Kermes, definiu a sua primeira grande atividade no comando da secretaria. 
 
Cada edição do Arrastão durará uma semana e a primeira começará no dia 18 de março no Parque Vitória Régia. Na sequência, serão promovidos eventos nos bairros do Éden e Cajuru do Sul, Júlio de Mesquita e João Romão.
 
“O prefeito José Crespo diz, desde a campanha, que devemos pensar ações conjuntas, envolvendo outras secretarias e levando os serviços públicos para os bairros. É isto o que faremos. Enquanto em um ambiente tivermos as atividades culturais, em outro a Secretaria de Saúde estará fazendo suas ações, o Esporte ajudará, assim como as demais. O Meio Ambiente e a Secretaria de Conservação, Serviços e Obras farão intervenções antecedendo o Arrastão, com equipes de roçagem e tapa-buracos”, concluiu o secretário. 
 
Antes de cada edição do Arrastão, a equipe técnica da Secretaria da Cultura mapeará os talentos na região que sediará o evento. “Aquelas pessoas que fazem não só literatura ou teatro, mas que também produzem artesanato ou algo alternativo, para nós, têm valor e merecem espaço de divulgação.”
 
Outra novidade é que estabelecimentos particulares, como bares, mercados e padarias, serão chamados para participar. “Se um barzinho quiser receber um cururu ou uma roda de samba, fale conosco e vamos tentar agendar para os dias do Arrastão. Vamos levar as ações para todos, não há discriminação de espaço ou gênero artístico no nosso projeto”, explica Kermes.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar