Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< REGIÃO Sabesp traça ações para área de saneamento em Iperó

Publicada em 19/01/2017 às 07:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O prefeito reeleito de Iperó, Vanderlei Polizeli, se reuniu com representantes da Sabesp (Companhia Estadual de Saneamento Básico) nesta semana, entre eles o superintendente Maurício Tapia, o gerente de divisão Sandro Ramos, o gerente do departamento operacional, Fábio Henrique de Moura Biz, o gerente da unidade de Boituva, Jorge Luiz Antunes, e o funcionário da Sabesp em Iperó, José Luiz Feliciano Rosa. O encontro aconteceu durante toda a manhã de segunda-feira (16) no Paço Municipal e contou ainda com a presença dos secretários municipais de Governo, Francisco Antônio Coutinho, e de Transportes e Serviços, Agnaldo de Barros, além da representante do Setor de Convênios da Prefeitura, Alessandra Nunes.
 
Durante a reunião, foi apresentado um balanço sobre a atuação da estatal desde que assumiu os serviços de saneamento no Município, há cerca de seis meses. Entre os assuntos tratados, foram abordadas as melhorias já realizadas no abastecimento da região de George Oétterer e a realização de novas obras para o reforço do sistema no bairro. Quanto ao esgoto do bairro de George Oétterer, serão iniciadas ações de limpeza da lagoa de tratamento e também foi apresentada a situação das estações elevatórias do Vileta e Alvorada, para que possam iniciar o funcionamento.
 
Em relação ao abastecimento na região central, estão previstas melhorias para o poço da avenida Brasil, que deverá chegar a 40 metros cúbicos de água por hora. Sobre o tratamento de esgoto, foi apresentada a situação das estações elevatórias da Bela Vista (interligada com o Distrito Industrial), Viten e Vale das Orquídeas, que atenderão vários bairros quando entrarem em funcionamento. Também foram abordadas as ações que serão implementadas para levar melhorias ao bairro Bacaetava.
 
Foi discutida ainda a elaboração do plano de controle de perdas no sistema de abastecimento, que visa diminuir o desperdício de água em todo o município de Iperó. “Foi um encontro positivo. O problema da água, em si, já diminuiu bastante. Caiu muito o número de reclamações e pedidos de providências. Mesmo assim, tivemos questões pontuais relacionadas ao abastecimento durante as festividades de fim de ano. É um desafio, pois o trabalho é constante. Além do abastecimento, vamos em frente também com as questões ligadas ao esgoto, pois isso também é muito importante”, destacou o prefeito Vanderlei Polizeli.
 
Todas as solicitações de atendimento à Sabesp em Iperó podem ser realizadas através da central telefônica pelo número 0800-055-0195.
 
NO FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – Por outro lado, o prefeito Vanderlei Polizeli esteve também em São Paulo, onde se reuniu com o novo presidente da Fundação Estadual para o Desenvolvimento da Educação (FDE), João Cury Neto. Durante o encontro, que aconteceu na sede da instituição, o prefeito tratou sobre os projetos e convênios relacionados a duas unidades de `creche-escola´ para o Município, sendo uma no Jardim Irene (região central da cidade) e outra no bairro de George Oétterer.
 
A FDE é responsável por viabilizar as políticas educacionais definidas pela Secretaria da Educação paulista, implantando e gerindo programas, projetos e ações para o crescimento e aprimoramento da rede pública de ensino. Entre os programas desenvolvidos pela FDE, está o `creche-escola´, que fornece infra-estrutura física para a rede de educação infantil através de PAEM (Programa Ação Educacional Estado – Município) e prevê a construção de novas unidades de creches e escolas de Educação Infantil. “Já assinamos o termo de adesão para as duas unidades, disponibilizamos os terrenos e, agora, aguardamos as liberações. Cada projeto tem capacidade para atender até 130 crianças, com custo aproximado de R$ 2 milhões por unidade, incluindo o mobiliário”, comentou o prefeito Vanderlei Polizeli.
 
A FDE aprova a viabilidade dos terrenos disponibilizados pelos municípios, oferece o projeto executivo para construção dos prédios, define exigências e padrões de infra-estrutura para o funcionamento e acompanha a execução das obras. O Município fica responsável pela contratação e execução das construções.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar