Sábado, 25 de Março de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE Hospital Evangélico investirá mais de R$ 170 milhões em expansão até 2021

Publicada em 12/01/2017 às 06:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O Hospital Evangélico de Sorocaba, que completará 82 anos, dá sequência à implantação de um Plano Diretor, que tem a missão de posicioná-lo como referência em atendimento na área da Saúde em toda a região e no Estado de São Paulo, com foco em tecnologia, estrutura e corpo clínico especializado para tratamentos e cirurgias de alta complexidade.
 
O projeto finalizado em 2013, com validade para os próximos 10 anos e início de execução em 2014, prevê um investimento de mais de R$ 170 milhões em expansão, reestruturação e compra de avançados equipamentos, atendendo à demanda por atendimento de elevada especialização e excelência em áreas essenciais, como Cardiologia, Neurocirurgia e Oncologia. Segundo explica Marcello Burattini, diretor-superintendente do hospital, a macrorregião sofre, atualmente, com a escassez de estrutura e equipamentos de ponta para tratamentos e procedimentos cirúrgicos complexos nesses campos. 
 
Atualmente, o hospital atende a 38 cidades em um raio de até 120 quilômetros de Sorocaba, reunindo 450 colaboradores, entre diretos e terceirizados e um corpo clínico aberto de cerca de 700 médicos, que prestam serviços em praticamente todas as áreas, exceto Maternidade e Pediatria.  
 
O hospital opera, hoje, 60 leitos de internação, sete de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), quatro salas cirúrgicas e serviços de diagnóstico clínico e por imagem, recebendo em torno de oito a nove mil pacientes, por mês. “O Plano Diretor do hospital visa a uma nova realidade em termos de atendimento na área da Saúde, uma visão moderna, em que toda a parte estrutural esteja associada à tecnologia para o tratamento eficaz, com a mais alta qualidade e dedicação, o que faz parte do nosso DNA e se reflete no slogan ‘Mesmo Hospital. Novo Conceito’”, destaca o gestor.
 
A primeira etapa do plano, já implantada, foi a inauguração de um Pronto-Atendimento (PA) 24 horas, em julho de 2015. Hoje, o espaço tem tempo de espera otimizado de apenas 10 a 15 minutos, recebendo em torno de mil pessoas por mês e demandando um aporte anual de R$ 2 milhões para sua manutenção. 
 
O processo de atendimento é acolhedor, começando com a avaliação por uma enfermeira, que, assim que o paciente chega, já afere os dados vitais e faz uma triagem, classificando cada caso de acordo com o nível de risco e encaminhando os mais graves como prioridade. O atendimento no PA 24 horas teve início com foco na Cardiologia, atendendo, atualmente, a todas as especialidades, inclusive, Trauma e Ortopedia.
 
A segunda fase do plano, que começará neste ano e seguirá até 2019, é a expansão do atendimento em mais quatro andares do prédio assistencial do hospital, com entrada pela Rua Imperatriz Leopoldina, 136. Lá, será ampliado em três vezes o número de leitos de internação, chegando a 170. Além disto, serão construídos nova UTI, novo Centro Cirúrgico, nova área de Oncologia e disponibilizado o serviço de Day Clinic. Esta etapa demandará um investimento de cerca de R$ 40 milhões, ao longo dos próximos dois anos. “Seremos igualmente referência em tratamentos oncológico, em especial do câncer de mama, com equipe altamente especializada e as melhores tecnologias disponíveis. Na área de neurocirurgia, investiremos em robótica, videocirurgias e cirurgias teleguiadas, oferecendo serviços de alto valor agregado e resolutividade”, adianta o diretor-superintendente.  
 
Por fim, a terceira fase de expansão, prevista para até 2021, em um aporte total de mais R$ 60 milhões, abrange a construção de um novo edifício para a prestação de serviços gerais à população. “Esta área de serviços e conveniências trará mais conforto e comodidade a todos, principalmente aos que vêm de outras cidades mais distantes, em busca de atendimento”, fala. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar