Segunda-Feira, 9 de Dezembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SOROCABA Meta para 2017 é levar a Câmara aos bairros Novo presidente apresenta plano de gestão a vereadores e servidores e insiste na redução de despesas da Casa

Publicada em 07/01/2017 às 07:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Nova Mesa Diretora da Câmara reuniu servidores no Plenário para apresentar suas propostas
Luta pela melhoria da saúde, participação popular nos trabalhos legislativos e redução de custos na Casa são as três primeiras diretrizes que o presidente do Legislativo sorocabano, Rodrigo Manga (DEM), apresentou em sua primeira reunião de trabalho com vereadores e servidores da Câmara Municipal, realizada na manhã desta sexta-feira (6), no Plenário e transmitida ao vivo pela TV Legislativa. “Nós, vereadores, quando iniciamos nosso trabalho na Câmara, não temos dificuldade de trabalhar, porque temos funcionários capacitados, que são cada um de vocês”, enfatizou Manga, acrescentando que solicitou a transmissão ao vivo da reunião justamente para que a população possa conhecer o papel desempenhado pelos servidores. 
 
Durante a reunião, Rodrigo Manga anunciou as três diretrizes iniciais de sua gestão, com o aval da Mesa Diretora que tomou posse domingo, 1º de janeiro, começando pelo Programa “Câmara de Bairro a Bairro”, que irá estimular a participação direta da população nos trabalhos legislativos. “Nos últimos dias de cada mês, provavelmente num sábado ou numa sexta-feira, vamos nos reunir num determinado bairro da cidade, possivelmente numa escola pública, com o objetivo de ouvir diretamente a população, conhecendo suas ideias, necessidades, sugestões e reivindicações”, explicou o presidente da Casa. “No meio da população, surgem grandes ideias, mas, às vezes, a voz da população não é ouvida aqui. O objetivo do ‘Câmara de Bairro a Bairro’ é, então, estabelecer esse diálogo direto e permanente com a população”, afirmou Manga.
 
O novo presidente da Câmara também enfatizou, por outro lado, que, mesmo a gestão da saúde não sendo uma atribuição do Poder Legislativo, “não é possível mais aceitar que a população sorocabana fique anos em filas de espera por cirurgias, consultas e exames”. Para fazer frente a esse drama vivido pelos pacientes, Manga está propondo “uma luta em prol dos `Mutirões da Saúde´”. “A saúde é uma bandeira não só da Mesa Diretora, mas dos 20 vereadores. Vamos colocar todo o nosso conhecimento e o relacionamento que temos com os nossos deputados estaduais, deputados federais, secretário de Saúde e o Governo Estadual, para trazer para Sorocaba os `Mutirões da Saúde´, enfatizou.
 
TRABALHO CONJUNTO – Três outros membros da nova Mesa Diretora da Câmara também fizeram uso da palavra durante a reunião matutina de ontem. O vereador Hudson Pessini (PMDB), 3º vice-presidente da Mesa, afirmou que a reunião com os servidores era um momento especial pela oportunidade de se conhecer aqueles que dão suporte ao trabalho dos vereadores. “Venho do comércio, adoro lidar com pessoas e gosto muito de ouvi-las. Estou aqui para trabalhar com a população e conto com a colaboração de vocês”, enfatizou Pessini.
 
Já vereador Fausto Peres (PTN), 1º secretário da Mesa e outro novato desta legislatura, afirmou que prima pelo trabalho participativo com a comunidade e enfatizou seu total apoio à proposta de Rodrigo Manga de levar a Câmara até a população, por meio do Programa “Câmara de Bairro a Bairro”. “Com os acontecimentos nacionais desses últimos tempos, a classe política anda um tanto desacreditada e precisamos intensificar nossa atuação junto à população”, afirmou, salientando que as propostas apresentadas pelo presidente da Casa devem surtir efeitos favoráveis à população sorocabana.
 
O 3º secretário da Mesa Diretora, vereador Péricles Régis (PMDB), agradeceu os servidores pela acolhida que recebeu na Casa e elogiou a qualidade da equipe: “O exemplo vem de casa. Se conseguirmos fazer um bom trabalho dentro da Câmara, sem dúvida conseguiremos expandir esse bom trabalho para fora, beneficiando toda a população”, ressaltou o vereador, exemplificando com a proposta de redução de custos que será executada pela Mesa Diretora presidida por Manga neste 2017.
 
No final da reunião, o presidente da Casa também ressaltou a importância do trabalho da comissão de redução de custos, composta por servidores da Casa, e reiterou: “Vamos manter o que tem sido bom para a Casa e vamos trabalhar para melhorar a gestão, com o objetivo de prestar um melhor serviço para a população sorocabana. Nenhum agente político consegue fazer nada sem a ajuda dos servidores”, ressaltou, salientando que o Legislativo sorocabano conta com um quadro de servidores qualificado. Manga adiantou ainda que, semanalmente, irá receber os servidores de cada setor da Câmara, fortalecendo esse trabalho de equipe.
 
Também estiveram presentes na reunião os vereadores Anselmo Neto (PSDB), Pastor Apolo (PSB), Wanderley Diogo (PRP) e Hélio Brasileiro (PMDB). Além do presidente Rodrigo Manga, a Mesa Diretora é composta por Irineu Toledo (PRB), 1º vice-presidente; Luis Santos (Pros), 2º vice-presidente; Hudson Pessini, 3º vice-presidente; Fausto Peres, 1º secretário; João Donizeti Silvestre (PSDB), 2º secretário; e Péricles Regis, 3º secretário.
 
 
Câmara deverá reduzir em mais de 50% 
custos de manutenção de gabinetes

 

Também com o objetivo de reduzir custos do Legislativo, o novo presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Manga, igualmente determinou ontem que, a partir de agora, só poderão ser usadas cores básicas na pintura dos gabinetes dos vereadores. A medida, segundo estudo da Comissão de Redução de Custos, criada por ele, deverá gerar uma economia de mais de 50% nos custos de manutenção dos gabinetes. 
 
“O Brasil vive um momento de crise, que também afeta Sorocaba, por isso precisamos economizar cada centavo do dinheiro público. Constatamos que, se forem usadas apenas cores básicas na pintura dos gabinetes, vamos conciliar funcionalidade com baixo custo”, explicou Manga, acrescentando que essa é uma das primeiras medidas de economia de sua gestão e que estudos continuarão sendo feitos para que haja mais economia.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar