Sábado, 18 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< AGENDA CULTURAL CineCafé apresenta destaques do cinema nacional em janeiro 'Aquarius', do diretor Kleber Mendonça Filho, abre a programação no dia 10, no Sesc

Publicada em 03/01/2017 às 06:43
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O CineCafé terá uma programação especial no mês de janeiro. A partir do dia 10, em todas as terças-feiras do mês, sempre às 19 horas, serão exibidos filmes que foram destaque no cinema nacional nos últimos anos. Antes da exibição dos filmes, no Sesc Sorocaba, será servido um café para os espectadores. O projeto contempla a exibição de curtas e longas-metragens consagrados, clássicos, alternativos e contemporâneos, seguidos por um bate papo com cineastas, diretores e convidados.
 
O longa “Aquarius”, do diretor Kleber Mendonça Filho (Brasil, 2015), abre a sequência de filmes exibidos em janeiro. No filme é contada a história de Clara (Sônia Braga), uma aposentada que sofre assédios e ameaças para que venda seu apartamento. Ela tem 65 anos, é jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos. Mora em um apartamento localizado na avenida Boa Viagem, no Recife, onde criou seus filhos e viveu boa parte de sua vida. Interessada em construir um novo prédio no espaço, os responsáveis por uma construtora conseguiram adquirir quase todos os apartamentos do prédio, menos o dela. Por mais que tenha deixado bem claro que não pretende vendê-lo, Clara sofre todo tipo de assédio e ameaça para que mude de ideia. Classificação etária: 16 anos.
 
AS OUTRAS ATRAÇÕES - “Cinema Novo” prossegue a programação especial de janeiro do CineCafé. Do diretor Eryk Rocha (Brasil, 2015), trata-se de um ensaio poético, um olhar aprofundado e um retrato íntimo sobre o Cinema Novo, movimento cinematográfico brasileiro que colocou o Brasil no mapa do cinema mundial, lançou grandes diretores (como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Cacá Diegues) e criou uma estética única, essencial e visceral que mudou a história do Cinema e a história do Brasil para sempre. Classificação etária: 14 anos.
 
“Chatô - O Rei do Brasil” será a atração do dia 24, numa obra antológica do diretor Guilherme Fontes (Brasil, 2015). O magnata das comunicações Assis Chateaubriand (Marco Ricca) é a estrela principal de um programa de TV chamado "O Julgamento do Século", realizado bem no dia de sua morte. É nele que Chatô relembra fatos marcantes de sua vida, como os casamentos com Maria Eudóxia (Letícia Sabatella) e Lola (Leandra Leal), a paixão não-correspondida por Vivi Sampaio (Andréa Beltrão), como manipulava as notícias nos veículos de comunicação que comandava e a estreita e conturbada ligação com Getúlio Vargas (Paulo Betti), que teve início ainda antes dele se tornar presidente da República. Classificação etária: 14 anos.
 
Encerra a agenda “Nise - O coração da Loucura”, do diretor Roberto Berliner (Brasil, 2015), no dia 31. Ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, após sair da prisão, a dra. Nise da Silveira (Gloria Pires) propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem da esquizofrenia, eliminando o eletrochoque e lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu meio de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte. Classificação etária: 12 anos.
 
SERVIÇO - Todas as exibições serão realizadas no Teatro, de graça. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência, na Central de Atendimento do próprio Sesc Sorocaba, à rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade. 
 
Após cada exibição, o `Cinema em Reflexão´, acoplado ao CineCafé, promove um encontro para discutir os aspectos técnicos e teóricos dos filmes apresentados, com o cineasta Marcelo Domingues. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar