Sexta-Feira, 3 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< ESPORTE Estreia de Ceni no comando do São Paulo pode ser contra Boca Raton

Publicada em 03/01/2017 às 06:23
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A estreia de Rogério Ceni como treinador do São Paulo pode ser já no próximo dia 15, contra um adversário pouco conhecido: o Boca Raton. A equipe norte-americana, que tem Amoroso como jogador e embaixador, anunciou que tem um amistoso marcado contra o São Paulo no centro de treinamento em que o clube paulista fará sua pré-temporada nos Estados Unidos, a IMG Academy. 
 
O São Paulo embarca para a Flórida já na próxima sexta-feira, mas só estreia na Florida Cup no dia 19 de janeiro, contra quem vencer um duelo preliminar entre River Plate e Millonarios, da Colômbia. 
 
Como dois times desistiram de participar da competição, São Paulo e Corinthians entram direto na semifinal. O time tricolor tinha um duelo marcado para 16 de janeiro, que acabou cancelado. Isso teria feito o técnico Rogério Ceni pedir à diretoria a marcação de um amistoso.
 
O Boca Raton, de uma cidade homônima na Flórida, foi criado em 2015 e é o atual campeão da American Premier Soccer League (APSL), considerada quarta divisão do futebol dos Estados Unidos, que conta com nove times do Sul da Flórida.
 
Em junho, o clube anunciou a contratação do atacante Amoroso, que não jogava profissionalmente desde 2009. Os sites do Boca Raton e da APSL não deixam claro se ele atuou em outras partidas além de sua estreia, em julho.
 
SHAYLON É PROMOVIDO - O São Paulo divulgou nesta segunda-feira a lista de 25 inscritos na Copa São Paulo de Futebol Júnior e deixou de fora seu artilheiro do elenco sub-20 no ano passado, o meia Shaylon. Isso porque o jogador, de 19 anos, foi promovido aos profissionais. Vai participar da pré-temporada com o elenco principal, sendo avaliado pelo técnico Rogério Ceni durante a Florida Cup, nos Estados Unidos.
 
"Fui pego de surpresa com a notícia e fiquei muito feliz com esta oportunidade. Quero aproveitar esta chance, porque o Rogério dará espaço para a base. Ele conversou com a gente, explicou a linha de trabalho dele e elogiou a nossa temporada na base, que foi muito boa", comentou o meia, que está no São Paulo desde fevereiro de 2015, quando foi contratado por empréstimo junto à Chapecoense. Ele, entretanto, só tem contrato até o fim do mês.
 
No ano passado, fez 23 gols pelo time sub-20, ajudando nas conquistas da Libertadores, da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista da categoria. Meia canhoto, ele diz que aprendeu a gostar de fazer gols. "Eu não marcava muitos gols antes, mas desde a minha chegada ao São Paulo fui cobrado para entrar mais na área e ajudar os atacantes. Como meia, gosto de dar o passe e finalizar de fora da área, mas pouco a pouco ganhei confiança para jogar mais perto do gol", disse.
 
BASE VALORIZADA - Shaylon é o terceiro jogador promovido ao profissional depois da temporada bem-sucedida do sub-20 em 2016. Antes dele, o lateral-direito Foguete e o lateral-esquerdo Junior tiveram seus contratos renovados (Junior foi adquirido em definitivo junto ao Grêmio) e foram promovidos. O meia, diferente dos laterais, porém, ainda tem idade para voltar para a base se assim preferir a comissão técnica.
 
Além deles, é provável que o lateral-direito Auro, que fechou o ano como atacante no sub-20, volte a fazer parte do elenco profissional, uma vez que estourou o limite de idade para a base, valendo o mesmo para Lucas Kal e Tormena, ambos defensores.
 
Os zagueiros Lyanco e Lucão, o lateral-esquerdo Matheus Reis, o volante Artur, o meia Lucas Fernandes e os atacantes David Neres, Luiz Araújo e Pedro foram promovidos entre 2015 e 2016 e seguem no elenco para 2017. Neres e Lyanco estão com a seleção sub-20 para o Sul-Americano e, por isso, ficam fora da pré-temporada.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar