Sábado, 19 de Agosto de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< EDITORIAL O tempo e o novo amanhã

Publicada em 23/12/2016 às 07:47
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

De tão rápido que o tempo passa, parece que o último Natal foi ontem, mas o fato é que ele já está batendo às portas novamente, como mostram as luzes coloridas e a movimentação de tantas pessoas pela cidade atrás de presentes. É nesta época que sempre surgem as indagações se todo mundo não está banalizando esta que é a maior data da cristandade, pensando apenas nos aspectos materiais, nas compras a serem feitas, nos presentes e nas bebidas que nunca faltam. É claro que tudo isso, em meios às cores, aos abraços e a todo tipo de confraternização, também faz parte da festa, mas o mais importante de tudo é o verdadeiro significado do Natal nunca deixar de estar presente na vida de todos. As orações que celebram o nascimento de Jesus Cristo nunca devem deixar de existir.  
 
É desanimador saber que justamente neste período natalino e da virada do ano, em que muito se fala em fraternidade, amor e harmonia, a sociedade brasileira também nunca deixe de receber contundentes mensagens de tudo aquilo de pior que acontece no Brasil e no mundo, e que vão ao desencontro de tudo aquilo de bom que este período do ano deve representar para todas as pessoas. Os absurdos e descalabros praticados pela maioria dos políticos brasileiros, o desprezo para com a saúde da população e as guerras por todos os cantos do planeta que não deixam ninguém viver em paz, sempre se constituem em uma verdadeira agressão e afronta a todos os seres humanos. E a decepção aumenta ainda mais quando vemos que o nosso País, que tem tudo para ser do primeiro mundo, patina sem sair do lugar comum com um pífio crescimento econômico e social dos mais baixos do mundo. 
 
Felizmente, Deus, que é o Senhor de todas as coisas, nunca deixa de contemplar os cristãos com a chegada do Menino Jesus, que transcende todas as coisas. É Ele que traduz a mais perfeita aliança de Deus com os homens de boa vontade. É Ele que dá apoio e conforto nas desilusões que tomam conta das pessoas. É Jesus que deixa seus poderes de lado, pregando simplesmente a necessidade de um aprendizado que envolva a todos na prática do bem.                             
 
O que se recomenda e se espera é que todos possam fazer a diferença num mundo cujo tempo passa rápido e só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, geralmente agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgostável de tempo. Que ninguém espere demais para dizer as palavras de perdão, de expressar sua gratidão e de colocar de lado os rancores, que devem ser expulsos. Fazendo isso, com certeza o próximo ano será bem melhor para todos.                      
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar