Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< ESPORTE Palmeiras pede à CBF para jogar com camisa da Chapecoense na última rodada

Publicada em 30/11/2016 às 07:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O Palmeiras, campeão brasileiro com antecedência, pedirá à CBF para jogar com a camisa da Chapecoense na última rodada do Campeonato Brasileiro contra o Vitória, em Salvador. O clube já tem o aval de Crefisa e FAM, seus patrocinadores, e também solicitará a liberação da Adidas para poder prestar essa homenagem. A Chapecoense é patrocinada pela Caixa e usa material esportivo da Umbro. A última rodada do Brasileirão foi adiada para o dia 11 de dezembro, uma semana depois do previsto.
 
O clube paulista foi um dos que mais sentiu a tragédia com a Chapecoense, rival no domingo passado, no jogo que confirmou o seu nono título brasileiro. "A Sociedade Esportiva Palmeiras lamenta profundamente o acidente do avião da Chapecoense e torce por boas notícias", disse o clube, através de seu Twitter, poucas horas após a confirmação do acidente.
 
Além disso, o Palmeiras uniu-se a outras equipes brasileiras e se ofereceu para emprestar gratuitamente alguns de seus jogadores à Chapecoense e também pediu que a equipe não seja rebaixada no Campeonato Brasileiro nos próximos três anos. "Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje (terça-feira)".
 
O técnico Cuca, comandante do Palmeiras na conquista do Brasileirão, não escondeu a emoção com a tragédia de um clube com que possui uma relação tão próxima. "Lamento profundamente o acidente. Foi meu último time como jogador e estava construindo uma história fora do Brasil. Tristeza enorme."
 
CORINTHIANS - Já o Corinthians, que, por causa da rivalidade com o Palmeiras, não costuma usar a cor verde em seu site, decidiu abrir uma exceção por causa da tragédia. "Hoje não há rivalidade nem cor a ser evitada. Hoje somos todos um só", escreveu no Twitter. A página inicial de seu site, nesta terça, é toda verde.
 
Diversos outros clubes brasileiros ainda em atividade nesta reta final de temporada também cancelaram os treinos que fariam nesta terça-feira. Com o futebol brasileiro de luto por uma semana, não há nenhuma partida marcada para os próximos oito dias.
 
O Cruzeiro explicou o cancelamento do treino desta terça-feira "em função da tragédia com os nossos companheiros da Chapecoense". O elenco volta a se apresentar nesta quarta-feira, apenas. O Flamengo também suspendeu a atividade que o grupo faria à tarde.
 
Com a final da Copa do Brasil adiada para a semana que vem, o Grêmio cancelou o treino que faria na tarde desta terça-feira e só se reapresenta nesta quarta, às 16 horas, no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre. 
 
A mesma decisão já havia sido tomada pela direção do Atlético Mineiro, atendendo ao pedido dos jogadores. "Usando o bom senso, a CBF adiou o jogo contra o Grêmio. Faríamos um treino pela manhã e decidimos que seria interno, mas os jogadores pediram, antes de uma oração, que nós não realizássemos esse treino. Atendemos prontamente", disse o diretor de comunicação Domênico Bhering.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar