Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< POLÍCIA Incêndio em montanha de lixo em ecoponto mobiliza bombeiros

Publicada em 29/11/2016 às 08:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Tom Rocha)
Um incêndio de grandes proporções mobilizou o Corpo de Bombeiros no Bairro Júlio de Mesquita, na zona oeste de Sorocaba, ontem, durante todo o dia. As chamas consumiram grande parte de um lixo jogado em um ecoponto no bairro. Moradores ficaram sob risco de intoxicação, devido à fumaça tóxica causada pela queima do lixo, e os bombeiros pediram que fechassem portas e janelas para evitar e entrada da fumaça. Uma proteção especial teve de ser usada pelos oficiais no combate ao fogo. A quantidade de lixo, desproporcional para as oito caçambas instaladas no local, tomava todo o espaço - um grande terreno baldio que se encontra no fim de várias ruas do bairro perto de um matagal, que fica de frente para outro bairro, o Jardim Ipiranga, formando uma montanha de entulhos de variados materiais.
 
A aposentada Maria Nunes, 62 anos, moradora do bairro há 17 anos, não suporta mais a situação. Ela reside em uma casa na Rua Walter Gomes, a poucos metros do local onde estava a fumaça. "Isso é recorrente aqui no bairro, é um inferno. Desde que instalaram essas oito caçambas, tudo piorou ainda mais." Dona Maria refere-se a quatro caçambas que estavam em outros ecopontos do Júlio de Mesquita: duas perto de uma escola e outras duas perto de uma igreja. Os responsáveis pela unidade escolar e pela igreja pediram a retirada dos pontos e elas foram instaladas no novo local. 
 
"Ninguém liga de jogar os lixos nas caçambas, todo mundo joga no chão, por isso que está cheio assim. Outra vez pegou fogo e durou uma semana até os bombeiros sumirem com a fumaça", explicou a aposentada. "Isso já tem mais de três anos. Ninguém mais aguenta isso", afirma dona Maria, mostrando um papel com diversas assinaturas em um abaixo-assinado para retirar o ecoponto do local.
 
Os bombeiros levaram o dia todo de ontem para apagar o incêndio. A reportagem do DIÁRIO flagrou o motorista de um carro jogando lixo nos montes ainda fumegantes do local. Uma retroescavadeira foi usada para remexer o lixo em sua superfície e profundidade, pois o fogo alcançava os fundos de todo o material, num demorado processo de apagar as chamas e extinguir a fumaça.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar