Sábado, 20 de Julho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SOROCABA Moradores do Parque São Bento protestam por melhorias no bairro Faltam melhorias nas áreas de saúde, educação e segurança, além da precariedade da antiga rua 98. Prefeitura culpa loteador

Publicada em 24/11/2016 às 09:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Exigindo melhorias na rua José Durvalino Gimenes, um grupo moradores do Parque São Bento, na Zona Norte da cidade, fizeram um protesto na manhã desta quarta-feira (24). Eles reclamam do descaso de parte da Prefeitura Municipal, que não faz o recapeamento corretamente nos enormes buracos que a via possui, além de melhorias no bairro.  O grupo também prepara um abaixo-assinado, com mais moradores do bairro, que será entregue no Paço Municipal e ao Ministério Público reivindicando as intervenções. 
 
Segundo o poeta e organizador do protesto Gerson Lourenço , os moradores do Parque São Bento sofrem com as crateras principalmente na rua José Durvalino Gimenes, que são recapeadas pela Prefeitura apenas com terra.  "Eles jogam um caminhão de terra em cima do buraco, mas a chuva vem e leva tudo", relata. Outro problema recorrente no bairro é a proliferação de animais peçonhentos, como cobras e escorpiões. "Eu já matei uma cobra na minha casa e muitos escorpiões", relata o poeta, que juntos aos moradores do bairro montou três bonecos representando melhorias que o bairro necessita, como saúde, educação e segurança.
 
INSEGURANÇA - Gerson também destaca os inúmeros registros de furtos e assaltos no bairro que, segundo ele, amedrontam os moradores. "Aqui nesta rua, três ou quatro casa já foram assaltadas", relatou, por outro lado,o poeta a respeito da rua José Durvalino Gimenes, que recebeu essa denominação neste ano e antes era conhecida simplesmente como rua 98. Segundo Lourenço, a rua também sofre com a falta de calçadas e o não recebimento de correspondências. "Se a gente não vai buscar nos Correios, ficamos sem", acrescenta. 
 
O poeta conta também que juntamente com os moradores do bairro preparam uma serie de intervenções na rua para debater os problemas no bairro, como a plantação de uma bananeira em alguns dos buracos. "Eu estou criando um manifesto caulista, que vem do caos, porque nós estamos passando por um caos no Brasil, onde nós não temos saúde, segurança e educação", afirmava o poeta, que planeja realizar outros eventos para discutir melhorias no São Bento.
 
Questionada, a Secretaria de Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Obras da Prefeitura esclareceu, por meio de nota, que a rua citada é objeto de ação na Justiça e de responsabilidade de um loteador, o qual não nomeia. "O loteador não cumpriu com as obras de infra-estrutura de acordo com as normas técnicas", diz trecho da nota.  
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar