Quarta-Feira, 8 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< ECONOMIA Espaço Empreendedor formaliza 389 empreendedores em setembro

Publicada em 14/10/2016 às 08:32
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Em setembro, no Estado de São Paulo, Sorocaba ficou na quinta posição geral, com 389 Microempreendedores Individuais (MEIs) formalizados por meio do Espaço Empreendedor, criado pela Prefeitura para apoio e orientação aos pequenos empreendedores. 
 
Com o desempenho, Sorocaba liderou cidades tradicionais como São Bernardo do Campo, São José dos Campos e Santo André, atrás apenas de São Paulo (6.383), Campinas (739), Guarulhos (594) e São José do Rio Preto (427). Durante o mês de setembro, 780 pessoas foram atendidas no Espaço Empreendedor em busca de serviços, como formalização, atendimento de declaração de rendimento, alteração cadastral, solicitação de baixa, emissão de nota fiscal eletrônica, boleto DAS-Simei e informações diversas.
 
Somando os primeiros nove meses de 2016, são 3.717 cidadãos que deixaram a informalidade e, agora, trabalham legalmente no município de Sorocaba. Entre as atividades que mais se formalizaram, a liderança ficou para o setor de estética e beleza, com 47 novos profissionais. Também tiveram destaques setores como Comércio Varejista de artigos do vestuário e acessórios, Atividades de tratamento de beleza, Promoção de vendas, Obras de Alvenaria e Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares.
 
Criado pela Prefeitura para facilitar a vida dos pequenos empresários ou trabalhadores individuais por conta própria, o Espaço do Empreendedor é vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. O trabalho desenvolvido para os munícipes têm garantido, nos últimos anos, a manutenção de Sorocaba nas primeiras posições entre as cidades paulistas que mais formalizam.
 
VANTAGENS - Entre as vantagens que o empreendedor formalizado pode contar está a cobertura pela Previdência Social e prestação de serviços aos órgãos públicos. A partir da formalização, considera-se que o empreendedor e sua família ficam protegidos pelos benefícios da Previdência Social: aposentadoria por idade (mulher aos 60 anos e homem aos 65 anos, após 15 anos de contribuição), aposentadoria por invalidez, auxílio-doença, pensão por morte, salário-maternidade e auxílio-reclusão.
 
São micro e pequenos empresários que passam a trabalhar legalmente, constituindo o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), o que permite, além da abertura de uma conta bancária, empréstimos com juros mais acessíveis e emissão de notas fiscais. O Espaço Empreendedor situa-se na Avenida Dr. Afonso Vergueiro, 1.927.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar