Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< POLÍCIA Dia Nacional do Idoso e as dicas para aumentar segurança no trânsito Movimento Paulista de Segurança no Trânsito aproveitou a comemoração do dia, feita ontem, para fazer alerta

Publicada em 28/09/2016 às 00:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Fernando Rezende)
O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito - iniciativa lançada em 2015 e inspirada na Década de Ação pela Segurança Viária (2011 a 2020), estabelecida pela Organização das Nações Unidas para chamar a atenção para a questão da violência no trânsito - aproveitou o Dia Nacional do Idoso, comemorado ontem, para lhes fazer um alerta em relação ao trânsito. O processo natural do envelhecimento (audição, equilíbrio e visão) somado ao fato do aumento de carros e motociclistas nas ruas chama a atenção para um cuidado maior, para as pessoas nessa faixa etária, na prevenção de acidentes.
 
No último Censo realizado pelo IBGE, em 2010, a população de jovens foi reduzida a 24% do total. Por sua vez, os idosos passaram a representar 10,8% do povo brasileiro, ou seja, mais de 20,5 milhões de pessoas possuem mais de 60 anos; isto representa incremento de 400% se comparado ao índice anterior.
 
Com o aumento da população de idosos também existe uma maior preocupação em relação ao trânsito, dado que os idosos precisam redobrar a atenção. De acordo com dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga SP), mil pessoas, na faixa dos 60 anos ou mais, morreram vítimas de acidentes de trânsito em 2015. De janeiro a agosto de 2016, já foram registrados 715 óbitos de idosos e, desse total, 320 foram vítimas de atropelamentos. Em relação ao mesmo período do ano passado, o número de óbitos mantém-se estável, com apenas duas mortes a menos em 2016.
 
Entre os 15 municípios que possuem convênio com o Governo do Estado de São Paulo para investimentos em iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e Educação para o Trânsito, destaca-se os resultados positivos alcançados na redução da morte de idosos em São Roque, na Região Metropolitana de Sorocaba (-33%). Outras cidades foram Praia Grande (-55%), São José do Rio Preto (-28%) e Fernandópolis (-100%), todas no período de janeiro a agosto de 2015 em relação aos mesmos meses deste ano.
 
ALGUMAS ORIENTAÇÕES PARA PEDESTRES IDOSOS - Antes de atravessar a rua, olhe para os dois lados; atravesse na faixa de pedestre, respeitando a sinalização; não atravesse a rua usando o celular ou fone de ouvido; carros, ônibus e árvores são pontos cegos. Não atravesse por trás deles; antes de atravessar na frente de veículos, certifique-se de que você foi visto pelo motorista; em estradas, caminhe na contramão dos carros e só atravesse pela passarela; só desembarque de veículos pelo lado da calçada.
 
 
 
Acidentes na região têm queda
 
As mortes decorrentes de acidentes de trânsito na Região Metropolitana de Sorocaba tiveram queda de 30% em agosto em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo levantamento do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga SP). Essas mortes tiveram queda de 6% no acumulado do ano em relação ao mesmo período de 2015, no Estado de São Paulo. 
 
Foram 226 óbitos a menos nos primeiros oito meses deste 2016. Com relação ao mês de agosto, houve queda de 5% nos óbitos relacionados a acidentes de trânsito em relação ao mesmo período de 2015. Os acidentes com vítimas também mostraram redução tanto no acumulado do ano quanto no mês de agosto, sempre comparando com o mesmo período do ano anterior. No acumulado, houve uma diminuição de 23% nas ocorrências; e em relação ao mês de agosto houve queda de 20% demonstrando índices muito positivos e colaborando para que a meta para 2020, de redução em 50% no número de vítimas fatais em acidentes de trânsito, seja alcançada.
 
Em fevereiro de 2016, o governador Geraldo Alckmin assinou convênios com estes 15 municípios: Amparo, Atibaia, Barretos, Catanduva, Fernandópolis, Itanhaém, Jacareí, Piedade, Praia Grande, Registro, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, São Roque e Sorocaba. No total, estão sendo investidos R$ 10,5 milhões de recursos do Estado em iniciativas voltadas para fiscalização, sinalização e Educação para o Trânsito. Foram considerados municípios com números médios superiores a 15 óbitos por 100 mil e escolhidos por faixa populacional (até 100 mil habitantes, até 200 mil, até 400 mil e acima de 400 mil).
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar