Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< REGIÃO Prefeitura entrega pavimentação da avenida Jacob Hess

Publicada em 24/09/2016 às 05:21
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Os moradores da avenida Jacob Hess, do bairro Cotianos, comemoram  a conclusão das obras de pavimentação de um trecho de 200 metros daquela via. Os serviços foram executados pela empresa Julio & Julio, de Sorocaba, contratada pela Prefeitura de Piedade após um longo processo legal que precisou ser cumprido pelo Município para poder, enfim, entregar a obra aos moradores. 
 
O trabalho de preparação do solo ao longo dos últimos dias e a chegada das máquinas que fazem a aplicação final do asfalto foram acompanhados pelos moradores, que deixam para trás os transtornos causados pelo barro em dias de chuvas e pela poeira em dias secos. De acordo com a prefeita Maria Vicentina Godinho Pereira da Silva (PSD), a liberação dos recursos para a implantação do asfalto aconteceu mediante financiamento assinado por ela em nome do Município. "Não descansamos enquanto não concluímos as desgastantes e demoradas negociações, licitações desertas e até mesmo providências jurídicas com outras empresas que estavam envolvidas com esta obra", frisa a prefeita, lembrando-se da reunião com os moradores ocorrida em maio, por iniciativa da própria Prefeitura, para esclarecer tudo o que estava acontecendo com o processo e explicar o porquê do retardo em uma solução definitiva para o caso. "Chamamos os moradores para uma reunião no bairro e naquele dia assumimos o compromisso de chegar a uma solução. Apesar dos contratempos, depois de muito esforço nós conseguimos cumprir com este compromisso", acrescentou a prefeita, que se mostrou grata com a compreensão demonstrada pela maioria dos moradores.
 
Elizete Maria, moradora da avenida Jacob Hess há 23 anos, acompanhava do portão de sua casa o movimento das máquinas: “Acabamos de ganhar na loteria. A sensação é de felicidade e vitória. Nossos problemas estão resolvidos. Temos muito o que comemorar”, disse. Algumas casas adiante, o morador Valdir disse que acompanhou o dia a dia da obra, desde que ela foi retomada, inclusive conversando com a equipe que trabalhava no local: “Desta vez, dá pra ver que é um serviço bem feito, de qualidade. Os trabalhadores são rigorosos e medem a espessura do asfalto, fizeram todo um preparo da base antes. Agora, sim!”, comemorou.
 
ATENDER O QUE ESTÁ PREVISTO EM LEI - Na reunião ocorrida em maio com os moradores, para explicar o que estava dificultando a conclusão definitiva da pavimentação da avenida Jacob Hess, a Secretaria de Obras fez uma apresentação técnica da obra, que foi dividida em dois contratos. Duas empresas venceram a licitação, cabendo a cada uma o serviço em determinado trecho da avenida. A empresa A. Fernandez ficaria responsável pelo 2segundo setor, até a rua Eurico Vieira, enquanto à Betonetec caberia a pavimentação de 200 metros da avenida, a partir da ponte principal.
 
Na época, segundo a secretária municipal de Obras, Carla Roberta Abreu Nicolau, em 2011 um engenheiro da Prefeitura de Piedade fez o projeto da obra que, depois de aprovado, teve a primeira parcela do dinheiro necessário à sua execução liberada pela Caixa Econômica Federal, isto no início de 2013. No transcorrer da obra, a Prefeitura detectou que a A. Fernandes prestava os serviços de forma irregular e não contínua, como previsto em contrato. A empreiteira foi notificada e a Prefeitura exigiu que os serviços fossem refeitos com a qualidade e critérios técnicos exigidos em contrato. Os pagamentos passaram a ser liberados apenas após a conclusão das etapas.
 
A outra empresa vencedora da licitação, a Betonetec também apresentou problemas, entrou em processo de falência e abandonou a obra. O contrato com essa empreiteira foi rescindido pela Prefeitura que, depois disso, realizou duas licitações, sem que aparecesse qualquer empresa interessada em participar. Todas essas etapas legais tiveram que ser cumpridas para que, enfim, a Prefeitura pudesse contratar outra empresa para refazer, de forma adequada, todo o serviço, que foi entregue neste mês aos moradores.  
 
Palco da Vila Maria recebe 
espetáculo circense amanhã 
 
 
Neste domingo (25), a partir das 17 horas, os piedadenses poderão passar uma tarde diferente, com a apresentação de mais uma atração gratuita do Programa Circuito Cultural Paulista, que levará ao Palco de Recreações “Antônio do Nascimento Cardoso”, na Vila Maria, o espetáculo circense Eranko, do Circo de Ébanos.
 
Com duração de 50 minutos e também aberto a todos os públicos, a obra é inspirada na potência humana enquanto ser animal. Segundo os organizadores: “o instinto, a visceralidade e a simplicidade do homem contemporâneo resgatam a essência da natureza selvagem que existe dentro de nós. Por isso o nome Eranko, que tem como significado a palavra animal, no idioma africano Yorubá”.
 
O elenco conta com Simone (contorcionista, bailarina e solista), Jefferson Nicolau (acrobata e cantor), Jessica (contorcionista, trapezista e bailarina), Jaqueline (contorcionista, trapezista e bailarina), Elisângela (contorcionista e bailarina), Tom Ramos (acrobata e trapezista) e Maiza Menezes (malabarista).
 
O palco da Vila Maria está localizado na rua Eugênio de Oliveira Leite. O Programa Circuito Cultural Paulista é viabilizado por parceria entre a Diretoria de Cultura da Prefeitura local e a Secretaria Estadual de Cultura.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar