Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SAÚDE Ginástica traz benefícios ao corpo, mas deve ser praticada com cautela

Publicada em 28/08/2016 às 07:04
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Começar um esporte requer atenção. Um acompanhamento médico é sempre importante antes de decidir sobre a melhor modalidade para os objetivos em termos de melhoria da saúde. A ginástica é uma ótima opção desde que praticada com cautela. Isso porque promove benefícios cardiovasculares e também ajuda a manter a musculatura fortalecida, mas, se praticada em exagero, pode acabar causando lesões graves. Não existem muitas restrições para a prática da modalidade. 
 
Rebeca Sales, 7 anos, filha da farmacêutica Andressa Sales, sempre quis fazer uma atividade física, e começou a praticar a modalidade no lugar da natação, já que não tinha muita habilidade com água. A mãe conta que a filha está muito feliz e empenhada com os treinos. “Percebo com muita clareza a mudança no comprometimento dela, a responsabilidade de chegar no horário, de treinar em casa, de não faltar. No dia em que ela participou da Copa de Ginástica, ela treinou exaustivamente.”
 
No aspecto físico, o médico Marcos Henrique Laraya, diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, explica que, se a busca pela prática for voltada a melhorar a qualidade de vida, não ao alto rendimento, pessoas com encurtamento muscular, dores na articulação ou até mesmo processos degenerativos leves podem praticá-la. “A ginástica em si, se praticada de forma adequada, pode melhorar muito a qualidade de vida; isso porque mantém a musculatura saudável com alongamento.” 
 
No caso dos atletas de alto rendimento, o esforço físico é muito maior, e o objetivo é alcançar resultados, mais que a qualidade de vida. Nesse caso, a alta carga de impacto que esses indivíduos sofrem durante os treinos e competições podem provocar lesões no aparelho muscular esquelético. Laraya explica que uma boa atividade física precisa integrar tanto a parte aeróbica (respiratória) quanto a anaeróbica (muscular). “Quando o indivíduo está em treinamento, é preciso fazer uma composição desses mecanismos.” 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar