Sexta-Feira, 3 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< EDITORIAL Mudança de atitude é o que se impõe

Publicada em 20/08/2016 às 07:46
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Nesta altura dos acontecimentos, com o mês de setembro já batendo às portas, praticamente só restam quatro meses para o ano acabar. E, como não poderia deixar de ser, 2016 também vai encerrando mais um ciclo da vida sem proporcionar tudo aquilo de melhor que a população brasileira espera em todos os aspectos. Não fugindo à regra, este também é um ano que será fechado de maneira sinistra para todos, sem respostas favoráveis aos brasileiros em geral no que diz respeito aos direitos coletivos e individuais. É só atentar para a triste situação dos quase 12 milhões de desempregados existentes no Brasil, dos dramas vividos pelos aposentados e pensionistas, da falta de melhores oportunidades no mercado de trabalho, em especial para os jovens, do não recebimento de assistência à saúde que todos merecem, conforme consta na Constituição brasileira, da falta de segurança que atinge todas as pessoas e muito mais. 
 
Na verdade, o caos é que vai reinando soberano por todo o País. A Constituição diz que tudo deveria ficar sob a responsabilidade da administração pública federal, mas, infelizmente, ninguém leva isso a sério, em prejuízo de toda a sociedade brasileira.
 
Estes são apenas alguns dos maus exemplos dos governantes para com os brasileiros. E não estamos falando de tantos outros absurdos que são praticados contra tudo e contra todos, como é o caso da criminosa corrupção, da esperteza e das omissões dos políticos, da inutilidade que a grande maioria representa. Falamos do desrespeito para com aqueles que a vida inteira contribuíram para a grandeza da Nação e hoje têm os seus direitos completamente ignorados, muitas vezes morrendo na míngua por causa da prevaricação dos governantes que não respeitam os direitos de ninguém.                              
 
De forma inquestionável, em razão de tudo que vem ocorrendo no sistema político-administrativo do País, com o interminável impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, este também está sendo um ano de tristezas sem fim. E todos os contribuintes, há muito tempo enganados de todas as formas, é que vão continuar pagando o pato, como se fossem os únicos culpados pelas prevaricações, incompetência e irresponsabilidade dos que comandam a máquina pública do País.
 
É preciso dizer, com todas as letras, na cara de quem quer que seja, que tudo isso não deixa de ser uma verdadeira canalhice praticada contra os brasileiros. Embora seja difícil acreditar, o que se espera é que, em 2017, alguma coisa de melhor aconteça para conter as investidas que aterrorizam o orçamento familiar da população. Os brasileiros precisam fazer florescer uma mudança de atitude para não deixar que as coisas continuem como estão.           
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar