Terça-Feira, 7 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< EDITORIAL Sem obediência à lei

Publicada em 29/07/2016 às 06:12
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Mesmo nesta Semana do Motorista, o que os condutores de veículos gostam mesmo é de não respeitar a legislação de trânsito. Vinte e dois dias após o início da lei que regulamentou a utilização do farol baixo nas rodovias de todo o País, pelo menos 10 mil motoristas já foram autuados só no Estado de São Paulo por não cumprirem a nova norma, segundo a Polícia Militar Rodoviária. Em todo o Brasil, o total de multas supera a casa de 30 mil. É bem verdade que, principalmente no início da validade da lei, no último dia 8, não houve uma divulgação mais ampla a respeito, mas hoje, tantos dias depois, todos têm a obrigação de conhecer e cumprir a lei.
 
De acordo com as autoridades que atuam no setor, o carro com farol baixo durante o dia pode ser visto a uma distância de até três quilômetros para os que estão no sentido inverso. A norma já era obrigatória para ônibus, caminhões e motocicletas, já que essa medida visa, principalmente, aumentar a segurança nas rodovias. O Palácio do Planalto chegou à conclusão da importância dessa lei e decidiu aprová-la no Congresso Nacional para todos os veículos.
 
Apesar disso, é importante lembrar que nem todos os países europeus, da Ásia e da América do Norte adotam essa medida. No Brasil, como não poderia deixar de ser, as redes sociais já comentam que a nova lei estaria beneficiando alguém.  
 
Independente disso, o fato é que a lei está em vigor e os motoristas não devem esquecer que os faróis devem ser ligados de dia também nos trechos urbanos das estradas, como é o caso da Raposo Tavares, que corta a cidade, inclusive na avenida Independência, em direção ao Éden, e na avenida São Paulo, no trecho da Granja Olga, entre outras avenidas. Quanto mais rapidamente todo mundo se conscientizar de que a lei existe para garantir a segurança dos motoristas e seus acompanhantes, melhor para todos, já que essa providência poderá contribuir para a redução dos acidentes.
 
Nunca é demais destacar, também, que ninguém deve confundir luz baixa com lanterna. Enquanto esta última tem por objetivo marcar a largura do veículo, o farol baixo, de acordo com as autoridades, visa à iluminação sem incomodar quem está no sentido inverso. Levando-se em conta que a lei foi elaborada e aprovada para que os acidentes possam diminuir, é importante cada motorista fazer a sua parte e cumpri-la como se deve, deixando de pagar multas, que sempre pesam no bolso da maioria das pessoas.                                   
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar