Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Sorteio de moradias do Residencial Altos do Ipanema II será em junho Documentos entregues pelos inscritos estão sendo digitalizados pela Sehab

Publicada em 30/05/2016 às 15:18
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Zaqueu Proença/Secom)
Os funcionários da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (Sehab) de Sorocaba estão trabalhando em ritmo acelerado para deixar pronta toda a documentação dos inscritos, para as vagas remanescentes do Residencial Altos do Ipanema II. “Já iniciamos a digitalização dos documentos, mas ainda temos pilhas e pilhas de papéis pela frente, porque é preciso abastecer nosso banco de dados com todas as informações, para depois agendar o sorteio”, explica Francisco Carlos Rodrigues da Silva, oficial administrativo.
 
Está definido que o sorteio será em junho, mas a data será divulgada posteriormente, via Jornal “Município de Sorocaba”. O sorteio será eletrônico e poderá ser acompanhado pela internet. Ele ocorrerá por grupos: 3% das vagas estão reservadas para os idosos e 7%, para os deficientes. O restante dos apartamentos “entram” no sorteio global. A seleção dos beneficiários ocorre dentro do programa municipal “Nossa Casa” e segue os parâmetros nacionais estabelecidos pelo programa federal “Minha Casa Minha Vida”, conforme resolução assinada pelo secretário interino da Sehab, Antonio Benedito Bueno Silveira.
 
A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (Sehab), encerrou na última quarta-feira (25) as inscrições para as 540 vagas remanescentes do Residencial Altos do Ipanema II e ainda relativas às 200 inscrições ao cadastro de reserva. No total foram inscritas 7,5 mil pessoas e atendidos 17,8 mil munícipes na unidade descentralizada da Sehab, na região central da cidade.
 
O Residencial Altos do Ipanema II vai beneficiar famílias que ganham até R$ 1.800,00. São 2.160 apartamentos de 47 m² cada um, divididos em sala, cozinha, banheiro e dois quartos, além de vaga de garagem. A Caixa Econômica Federal é a financiadora e 94% do valor do imóvel é subsidiado pelos governos Federal (Minha Casa Minha Vida) e Estadual (Casa Paulista). A diferença fica por conta do proprietário, que quita a dívida em parcelas mensais correspondentes a até 5% da renda familiar, com prazo de 10 anos para concluir o pagamento.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar