Sexta-Feira, 3 de Julho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< ESPORTE Brasil pega Panamá em amistoso neste domingo Dunga testa time para Copa América Centenário

Publicada em 29/05/2016 às 05:43
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Arquivo/Conteúdo Estadão
O técnico Dunga começa a esboçar neste domingo (29), no amistoso contra o Panamá, em Denver, nos Estados Unidos, a formação da Seleção Brasileira para a Copa América Centenário. A partida, com início às 22h30 no estádio Dick’s S. Goods Park, será a única antes da estreia na competição, no próximo dia 4, contra o Equador. O Brasil tem desfalques importantes, mas nem por isso haverá mudanças radicais.
 
Dois titulares de Dunga, Neymar e Douglas Costa, não estão no grupo, bem como Ricardo Oliveira, presença constante nos jogos anteriores. Na primeira semana de treinos, em nenhum momento o treinador pôde contar com a equipe completa.
 
Ainda assim, neste domingo o técnico pretende manter a base do time que empatou por 2 a 2 com o Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, em jogo no mês de março, em Assunção. 
 
A defesa só não será a mesma pelo desfalque de Filipe Luís e porque existe a chance de Fabinho entrar no lugar de Daniel Alves, com dores no calcanhar decorrentes de uma fascite plantar.
 
No meio de campo, Elias, que não participou dos jogos de março por estar contundido, retoma a posição. Na frente, o dilema é maior: Phillipe Coutinho é cotado para a vaga de Douglas Costa e Jonas.
 
Dunga também não deve mudar a maneira de a equipe jogar. O Brasil deve privilegiar a marcação forte, as jogadas ofensivas pelos lados de campo e, se possível, em velocidade. "Muito se fala em alterar o sistema de jogo, mas em duas ou três horas de treino é difícil. A equipe tinha achado uma maneira de jogar até os últimos dois jogos (Uruguai e Paraguai), mas ficamos 130 dias sem nos reunirmos", disse.
 
O treinador aposta no forte espírito coletivo e na capacidade do jogador brasileiro de fazer a diferença. "É importante buscar a capacidade do drible, da criatividade, montar uma estrutura para que as individualidades possam sobressair.”
 
No time de Dunga, o atacante Jonas é um dos jogadores que ainda batalham por um lugar. Como único centroavante de área no grupo que está nos Estados Unidos, o jogador do Benfica tem grandes chances de se firmar. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar