Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA ProAC lança editais de teatro e dança

Publicada em 14/05/2016 às 22:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A Secretaria da Cultura do Estado tem inscrições abertas para os primeiros editais do ProAC 2016. Teatro e dança, neste primeiro momento, são as linguagens contempladas. Esses editais estão disponíveis no site da Secretaria da Cultura (www.cultura.sp.gov.br) e vão selecionar 58 projetos nessas duas linguagens. Os proponentes da área teatral podem se inscrever até o dia 22 de junho. Já as inscrições para os editais para a difusão e circulação e primeiras obras de dança vão até 23 de junho; o edital de produção de espetáculo inédito de dança vai até 24 de junho.
 
Os interessados nos editais de teatro poderão concorrer para obter apoio à produção e temporada de espetáculos inéditos; circulação e difusão; e produção de primeiras obras. Já os editais de dança estão divididos em três concursos: produção e temporada de espetáculos inéditos; difusão e circulação de espetáculo; e primeiras obras.
 
Continuando com a sua missão de democratizar e difundir a produção artística em todas as regiões do Estado, o ProAC Editais mantém a cota mínima destinada aos projetos do interior, litoral e Grande São Paulo, em 50%. Por essa razão, o proponente que deseja inserir o seu projeto dentro da cota deverá comprovar atuação artística na região, bem como declarar a inclusão por meio do sistema digital.
 
INSCRIÇÃO DIGITAL - A maioria dos editais a ser lançado em 2016 conta com inscrição digital. O proponente poderá utilizar todo o processo de forma eletrônica, pelo site da Secretaria da Cultura do Estado. “Ao disponibilizar as inscrições por meio digital, contribuímos para ampliar e melhorar os mecanismos de recebimento, seleção e acompanhamento dos projetos, agilizando todos os processos internos. Além disso, proporcionamos economia ao proponente com despesas de impressão e correio, que não serão mais necessárias. Também acabamos reduzindo o impacto ambiental”, explica Aldo Valentim, coordenador da Unidade de Fomento e Economia Criativa da Pasta.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar