Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Ministro suspende abertura de investigação contra Aécio

Publicada em 14/05/2016 às 07:00
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, acatou a argumentação da defesa do senador Aécio Neves (PSDB) e suspendeu a fase de coleta de provas sobre o envolvimento do parlamentar no esquema de propina ligado a Furnas.
 
A decisão deu-se em menos de 24 horas depois de autorizar a abertura de um inquérito contra o senador. Segundo Mendes, os advogados conseguiram demonstrar que não há elementos novos que justifiquem a instauração de um inquérito.
 
“A petição do parlamentar pode demonstrar que a retomada das investigações ocorreu sem que haja novas provas, em violação ao artigo 18 do CPP e à Súmula 524 do Supremo Tribunal Federal”, afirmou o ministro. 
 
Mendes também determinou o retorno dos autos ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que, à vista da documentação, requeira o que entender de direito. 
 
O envolvimento de Aécio no esquema havia sido mencionado anteriormente pelo doleiro Alberto Yousseff em delação premiada, mas, na época, a menção ao tucano foi arquivada a pedido de Janot, que considerou que as informações do delator eram insuficientes. 
 
Na manifestação de defesa enviada pelo tucano, o senador afirma que o Tribunal de Contas da União fez auditoria nos contratos de terceirização da companhia e não constatou indícios de desvio. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar