Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< CULTURA Cinco destaques abrem temporada 2016 de Música Clássica

Publicada em 15/04/2016 às 07:20
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Divulgação)
Tem início nesta sexta-feira (15), às 20h30, no Teatro Municipal, no Parque da Boa Vista, a 7ª Temporada do Schaeffler Música, realizada pelo Grupo Schaeffler. E, na abertura, um concerto especial em comemoração à centésima atividade de Música Clássica do projeto reunirá no palco Emmanuele Baldini, o Quarteto Camargo Guarnieri, Quaternaglia, Suzana Salles e Lincoln Antonio. 
 
O regente e violinista Emmanuele Baldini, desde sua adolescência, ganhou inúmeros concursos internacionais, entre as quais se destacam o “Premier Prix de Virtuosité avec Distinction” em Genebra, o “Forum Junger Künstler” em Viena e mais dez concursos para solistas ou em grupos de câmara. Tem mais de 15 CDs gravados, quase 40 concertos diferentes em seu repertório e todas as Sonatas mais importantes para violino. Começou a se aperfeiçoar como regente, fundou o Quarteto Osesp, intensificou sua atividade didática e, com o violino, começou a explorar o precioso repertório brasileiro, em parte injustamente desconhecido. É também spalla da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.
 
Vencedor do Prêmio Carlos Gomes de 2006 na categoria melhor grupo de câmara, já o Quarteto Camargo Guarnieri, formado por músicos de excelência e competência indiscutíveis, atua em recitais nas melhores séries de concerto do Brasil. É formado por Elisa Fukuda e Ricardo Takahashi (violinos), Silvio Catto (viola) e Joel de Souza (violoncelo). O Quaternaglia, por sua vez, tem sido aclamado como um dos mais importantes quartetos de violões da atualidade, tanto pelo alto nível de seu trabalho camerístico, como por sua importante contribuição para a ampliação do repertório. Em mais de vinte anos de atuação, o grupo – formado pelos violonistas Chrystian Dozza, Fábio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney Molina – vem estabelecendo um cânone de obras originais e arranjos audaciosos, o que inclui a colaboração com compositores como Leo Brouwer, Almeida Prado, Egberto Gismonti, Sérgio Molina e Paulo Bellinati. 
 
Suzana Salles, outro destaque desta noite de gala no Municipal, é cantora e compositora. Estudou Jornalismo na Escola de Comunicação e Artes da USP, onde conheceu Arrigo Barnabé, que a levou para a música. Suzana está ligada ao movimento cultural Vanguarda Paulista. Em 1983, como integrante da Banda Sabor de Veneno, gravou o disco "Clara Crocodilo" (Arrigo Barnabé e Banda Sabor de Veneno). Em 1986, foi contemplada com uma bolsa de estudos do Instituto Goethe para estudar alemão em Berlim, onde começou a cantar profissionalmente como solista. Em 2002, foi citada como `a maior intérprete brasileira atual da obra de Bertolt Brecht e Kurt Weill´. E Lincoln Antonio é pianista, compositor e produtor cultural, formado em Composição e Regência pelo Instituto de Artes da Unesp. No teatro, como diretor musical, compositor e arranjador, trabalhou com Marco Nanini, Bibi Ferreira e Márcio Aurélio, entre outros. Participou também da Orquestra Scotland Brasil e é fundador da Cooperativa de Música de São Paulo.
 
A entrada é gratuita.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar