Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< POLÍCIA PM assassinado em roubo é enterrado em Sorocaba

Publicada em 12/04/2016 às 06:59
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Divulgação / PM)
O sargento da Polícia Militar Jorge de Paula, 46 anos, assassinado durante um roubo na cidade de Itu, foi sepultado ontem em Sorocaba. Seu corpo foi velado por familiares e amigos no Cemitério Consolação, nas primeiras horas da manhã. O crime ocorreu na noite de sábado, na altura do quilômetro 15 da Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, a "Castelinho.
 
De Paula estava acompanhado de mais dois policiais - todos à paisana - e seguiam em um carro pela rodovia, com destino a Sorocaba, quando foram interceptados por criminosos em outro veículo. Eles estavam escoltando um carro carregado de dinheiro de uma empresa. Armados com fuzis, os assaltantes fizeram vários disparos, que estilhaçaram os vidros e a lataria do carro. Os projéteis atravessaram e atingiram os policiais. Dois deles conseguiram sair do veículo e se esconder no matagal, nas margens da estrada.
 
O sargento chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos. O PM Marcelo Gomes Pires, 41 anos, foi atingido nas costas e levado ao Hospital São Camilo, onde está internado. O terceiro policial que estava no veículo, Ariovaldo Roberto de Barros, de 51, não ficou ferido. Ele passou pelo pronto-socorro e teve alta. Polícia Civil e Polícia Militar estão investigando as circunstâncias do crime.
 
AGREDIDO E ROUBADO – No fim de semana também aconteceu outra agressão contra um policial militar, mas sem morte; o PM estava em um posto de combustíveis na Avenida Dom Aguirre, na madrugada de ontem, onde teria sido agredido por marginais, que roubaram sua arma de fogo.
 
MARCAS DE VIOLÊNCIA - Welton Lourenço Oliveira Santos, 33 anos, foi encontrado morto em uma praça no Jardim Henrique, região da Vila Helena, na madrugada de sábado. Ele seria morador do Parque São Bento. O corpo tinha várias marcas de ferimentos, indicando uma morte violenta, como escoriações e cortes no rosto. Ele estava com documentos, aparelho celular e um molho de chaves. A Polícia Civil investiga o caso.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar