Terça-Feira, 18 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< POLÍCIA Criminosos voltam a explodir banco em assalto em Cerquilho Tiroteio com a PM durou 10 minutos e assustou moradores do centro da cidade

Publicada em 07/04/2016 às 07:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Divulgação)
Criminosos fortemente armados voltaram a atacar na região de Sorocaba ontem de madrugada, explodindo uma agência do Banco do Brasil na cidade de Cerquilho. Os ladrões, que estavam armados com fuzis, trocaram tiros com a Polícia Militar na área central, onde está situada a agência bancária. O tiroteio, de acordo com a PM, durou aproximadamente 10 minutos. Os suspeitos conseguiram fugir em três carros. Ninguém ficou ferido ou foi preso. O bando não conseguiu levar dinheiro dessa vez.
 
Tudo começou quando dois policiais faziam ronda pela Rua Doutor Soares Hungria, por volta das 3h40, quando os três veículos utilizados pelos ladrões foram encontrados. Eles já tinha explodido o banco e saído atirando do carro, tentando atingir os agentes dentro da viatura. O carro policial chegou a ser alvejado, mas os oficiais saíram ilesos. Foram quase 10 minutos de confronto, até que os assaltantes decidiram fugir, sem nenhum dinheiro. A PM e a Polícia Técnica isolaram o local e a Polícia Civil deu início às investigações.
 
É o segundo ataque em Cerquilho perpetrado por criminosos que explodem e assaltam bancos neste ano. No dia 29 de fevereiro, seis criminosos agiram na madrugada invadindo agência do Santander, explodindo quatro caixas automáticos. Não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido. Usando um carro não identificado preto, eles fugiram com uma quantia não declarada de dinheiro. Ninguém foi preso. O banco fica na região central da cidade. 
 
A força da explosão das bombas danificou apenas a agência deixando outras construções próximas intactas. Na ação, o bando optou por jogar pregos retorcidos na entrada da agência para evitar a aproximação de algum veículo.
 
Histórico explosivo
 
No dia 20 de janeiro de 2015, um caixa eletrônico foi explodido na madrugada na mesma agência da de ontem, situada na Rua Dr. Soares Hungria, uma das principais do município. Nessa vez, ao menos 10 criminosos chegaram ao local em dois carros, com armas e munições. Eles entraram na agência bancária e instalaram alguns explosivos. Um caixa explodiu e logo depois a polícia chegou. O Grupo de Ações Táticas Especiais - Gate teve de ser acionado para desarmar uma das bombas deixadas pelos criminosos.
 
Em menos de três meses, no dia 3 de abril, outros dois caixas automáticos foram explodidos na mesma agência. Uma quadrilha de seis homens chegou armada à agência da Caixa Econômica Federal, também localizada na mesma Rua Dr. Hungria, e em cinco minutos destruíram as máquinas e causaram forte barulho da grande explosão provocada pelos bandidos. Ninguém foi preso.
 
Último ataque em Sorocaba foi 22 de fevereiro
 
No dia 22 de fevereiro deste ano, madrugada de terça-feira, criminosos armados com bombas explodiram dois caixas eletrônicos do Banco Santander, localizado na Avenida Itavuvu, uma das principais da zona norte de Sorocaba. Ninguém ficou ferido, e um dos caixas foi completamente destruído na explosão - o dinheiro roubado não teve valor divulgado. Outro caixa foi parcialmente danificado e um dos artefatos explosivos precisou ser retirado e detonado em outro local por uma equipe do Esquadrão de Bombas da Capital. Ninguém foi preso. A bomba foi levada a um campinho de futebol afastado, em um terreno nos limites da Avenida Itavuvu, onde foi detonada em segurança. O caso foi registrado pela Polícia Militar na delegacia do plantão norte e está sendo investigado pela Polícia Civil.
 

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar