Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< BBB 16 - Cacau está na final; Munik e Ronan disputam paredão

Publicada em 02/04/2016 às 12:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Maria Claudia, a Cacau

Maria Claudia, após mais de 12 horas na disputa, venceu a última prova do BBB 16. Com a vitória, garantiu sua vaga na final do programa. Chorando, Munik alegou que estava com muita sede e, por isso, desistiu da disputa.

Ronan foi o primeiro a deixar a prova. Enquanto percorriam o circuito, avisou Munik que iria abandonar a disputa: "Eu tô indo tá?", disse. A goiana não insistiu para que o colega ficasse e recomendou que ele fizesse o que acreditava ser certo. "Se quer ir, vai Ronan. Não fica sofrendo". Antes de abandonar oficialmente a competição, o estudante de Filosofia deu uma palavra de ânimo para Pequi: "Você é forte, é uma rocha".

A prova teve início poucos minutos após a eliminação de Geralda. O vencedor será premiado com uma vaga na grande final e um carro 0 km. Agora, Ronan e Munik já estão automaticamente no último paredão do jogo. Entretanto, nenhum dos três finalistas foram informados de que haverá mais uma eliminação. "Quem ganhar esta prova, está na final e ainda ganha um carrão", limitou-se a explicar o apresentador Pedro Bial.

Neste domingo (3), será definido o 3º lugar do programa, com a saída de um dos emparedados. A partir de então, o público poderá votar para eleger o grande vencedor da 16ª edição do reality. A festa que anunciará o vencedor será na próxima terça-feira (dia 5), contará com a presença de ex-participantes e terá shows de Wesley Safadão e Ludmilla.

A PROVA - Mais uma vez, a prova de resistência foi patrocinada pela Fiat. Os brothers deveriam esperar, cada um dentro de um carro, um aviso sonoro. O alarme significava que o cronômetro havia sido disparado. Então, os competidores precisavam conferir em um painel qual objeto cada um deveria coletar na "central de conteúdo".

Depois de andar por um circuito e chegar até o local em que objetos se encontravam, era preciso pegar um dos cubos, colocá-lo em uma esteira e voltar para o automóvel a tempo de parar o cronômetro. Para isso, bastava apertar um botão vermelho que ficava dentro do carro. Um novo alarme soava para indicar que o tempo estava esgotado. Aquele que não completasse a tarefa a tempo, seria eliminado. 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar