Sábado, 20 de Julho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Propina pagou grifes a mulher e filha de Cunha, aponta denúncia

Publicada em 29/03/2016 às 06:49
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A denúncia contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aponta que as compras de luxo da mulher e da filha do deputado, no exterior, "foram pagos com parte do dinheiro de propina". Os gastos de Cláudia Cruz e Danielle Dytz da Cunha Doctorovich com as marcas de renome Chanel, Dior, Balenciaga e Louis Vuitton, somam aproximadamente US$ 86 mil, entre dezembro de 2012 e julho de 2015, e serão investigados pela força-tarefa da "Operação Lava-Jato" em Curitiba
 
Cláudia e Danielle estão sob a tutela do juiz federal Sérgio Moro. O próprio Eduardo Cunha já foi denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro perante o Supremo Tribunal Federal. Como não são detentoras de foro privilegiado, Cláudia e Danielle agora estão sob investigação dos procuradores da força-tarefa da “Lava-Jato”.
 
Em janeiro de 2014, durante uma estadia em Paris, Cláudia Cruz gastou US$ 17.483,84 em três dias. Foram US$ 7.707,37 na loja da Chanel, US$ 2.646,05 na Christian Dior, US$ 4.184,94 na Charvet Place Vendôme e US$ 2.945,48 na Balenciaga.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar