Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Diretor da Editora Vozes é morto a tiros

Publicada em 10/03/2016 às 11:23
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O diretor da Editora Vozes, frei Antônio Moser, 75 anos, foi baleado e morto por volta das 6 horas da manhã desta quarta-feira (9), na Rodovia Washington Luiz, na altura de Duque de Caxias, Região Metropolitana do Rio. O frade estava em um veículo Honda Civic, com placa registrada em nome da editora, quando foi abordado e alvejado por dois homens em uma motocicleta. Os suspeitos conseguiram fugir. O catarinense morava em Petrópolis desde o seminário. A Editora Vozes, uma das mais antigas do País, foi fundada em 1901 e é especializada em títulos das áreas de Religião, Filosofia e Sociologia. O velório ocorre na igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Petrópolis, e a Missa de Exéquias será hoje, às 15 horas, na Catedral de São Pedro de Alcântara, na mesma cidade.
 
Moser era professor de Teologia Moral e Bioética no Instituto Teológico Franciscano, em Petrópolis, pároco da igreja de Santa Clara e, ainda, diretor do Centro Educacional Terra Santa, instituição voltada a pessoas pobres de todas as idades, da infância à terceira idade. O religioso era um conferencista conhecido no Brasil e no exterior, autor de 27 livros, traduzidos em diversos idiomas, e de artigos científicos. Estudou Filosofia e Teologia em Petrópolis, fez sua licenciatura em Teologia em Lyon, na França, e doutorado na Academia Alfonsianum, em Roma. Foi também professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio.
 
O ministro provincial da Província da Imaculada Conceição, da qual o frade fazia parte, frei Fidêncio Vanboemmel, pediu orações e lamentou a morte trágica. “A dura realidade que povoa com frequência os nossos noticiários bate a nossa porta. Com susto e tristeza recebemos a notícia da partida repentina de um irmão, vítima da violência que infelizmente tem se tornado cada vez mais comum. Frei Antônio Moser sempre teve como marcas o entusiasmo e a determinação. Atuou em muitas frentes simultaneamente, desde o estudo e a pesquisa, o trabalho pastoral, as aulas, conferências, o trabalho na comunicação, a dedicação a obras sociais."
 
Em nota, o fundador da Comunidade Católica Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, na qual transmitia o programa "Em Pauta", com a participação do sacerdote, diz: "A Canção Nova recebeu com tristeza a informação da morte de Frei Antônio Moser, vítima nesta quarta-feira de uma tentativa de assalto, quando se deslocava para participar da gravação de um programa em nossa TV. Frei Moser apresentava desde 2005 o programa 'Em Pauta', sempre com entusiasmo e determinação. Homem de Deus, de imensa sabedoria, foi um dos 11 brasileiros convidados pelo papa Francisco no Sínodo das Famílias do ano passado. Sua defesa apaixonada pela dignidade da vida, do ser humano, nos iluminou e não será apagada por este ato de violência".
 
"A vida de frei Antônio Moser foi rica e fecunda”, disse o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Steiner, que também destacou a atuação do religioso junto à CNBB. “Assessorou a Conferência na elaboração de textos e na reflexão teológica, especialmente, na Teologia Moral”, lembrou. “A CNBB é grata pela ajuda recebida e pede ao Pai misericordioso que acolha o frade menor no Reino definitivo. Brilhe para ele a luz da Eternidade”, acrescentou.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar