Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Azulão reinicia a semana e quer reencontrar vitória domingo

Publicada em 02/03/2016 às 07:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Jesus Vicente)
O São Bento voltou ontem aos treinamentos, depois de dois dias de folga, de olho na sua oitava partida do Paulistão, marcada para domingo (6), às 18h30, contra o Red Bull Brasil, na cidade de Campinas, no Estádio Moisés Lucarelli. E a grande meta dos comandados do técnico Paulo Roberto Santos é fazer o Bentão voltar a vencer. 
 
Embora esteja bem-colocado no torneio, com 11 pontos, duas vitórias e cinco empates, dez gols marcados e seis sofridos, ocupando a segunda colocação do grupo A e a sexta melhor entre os 20 clubes do estadual, a meta é voltar a vencer e terminar com a sequência de empates. 
 
Foram três igualdades nos últimos jogos, embora partidas muito difíceis - 2 a 2 com o Água Santa (Diadema), 1 a 1 com o Corinthians (Sorocaba), 0 a 0 com a Ponte Preta (Campinas). As últimas vitórias foram registradas no dia 14 de fevereiro, 3 a 0, contra o São Bernardo, e 10 de fevereiro, 1 a 0 contra o Novorizontino em Sorocaba. Nas duas primeiras rodadas, também houve empates, 1 a 1 com o Ituano (Barueri) e 2 a 2 com o Palmeiras (Pacaembu).
 
Para essa partida, o treinador Paulo Roberto Santos quer contar com a volta do atacante Rodriguinho, que esteve nas duas últimas semanas se recuperando de uma lesão. Quanto ao meiocampista Clébson, que há dez dias teve uma entorse, ainda há cautela no clube, e não se sabe se ele terá condições de jogar no final de semana contra o Toro Roso, de Campinas.
 
O São Bento, ao lado do Corinthians, é um dos dois últimos times invictos no estadual. Para o lateral e capitão Marcelo Cordeiro, que falou aos jornalistas ontem, o fato de o time poder perder a invencibilidade não é o mais importante, embora seja uma situação que motive mais. O importante é que o time vem correspondendo e isso retrata o bom trabalho que o grupo vem realizando desde o dia 16 de novembro quando iniciou essa caminhada”, analisou.
 
Cordeiro também considerou normal o desgaste que alguns jogadores vêm tendo pela forte sequência de jogos. “Essa situação era inevitável, mas, ao mesmo tempo, nosso time vem dando uma boa resposta em campo como foi contra o Água Santa, no final do jogo, quando perdíamos por 2 a 0, a torcida gritava "olé" e nós mostramos força no final, empatamos e poderíamos ter virado, mostrando a dedicação de todo o grupo nestes dias todos de preparação”, sustentou o capitão. 
 
Artilheiro do Bentão com três gols no Paulistão, Marcelo Cordeiro disse que está acostumado com essa situação e que foi artilheiro do Atlético Sorocaba com 12 gols e, no ano passado no São Bento, dividindo a artilharia com Éder. “O importante é termos um time equilibrado na defesa porque na frente temos bons jogadores para fazer gols como o Edno, Clementino, Cavalo.” Por fim, Cordeiro disse que é importante o time vencer e pontuar nos próximos três jogos, Red Bull, fora, Rio Claro em casa e Mogi Mirim fora para entrar nas cinco últimas rodadas e brigar de fato por uma vaga no Brasileiro da Série D.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar