Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Diminui roubo de carros em Sorocaba; estupro e tráfico de drogas aumentam Em janeiro, o interior paulista teve redução de crimes contra o patrimônio e atingiu o menor número de homicídios da série histórica, 8,13 por 100 mil habitantes

Publicada em 27/02/2016 às 06:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

As estatísticas criminais do começo deste ano no interior do Estado apontam queda em todos os índices de criminalidade. Com redução de 9,29% nos homicídios dolosos em janeiro, a taxa do indicador atingiu 8,13 ocorrências por grupo de 100 mil habitantes, a menor em toda a série histórica. O recuo representa 17 casos de homicídio a menos. Em janeiro do ano passado foram 183 ocorrências, contra 166 no mesmo mês deste ano. A quantidade de casos é a segunda menor da série histórica.
 
O início de ano para Sorocaba teve 58 casos de tráfico de drogas (quase dois por dia) contra 37 casos em janeiro de 2015; foram 26 ocorrências de porte de entorpecentes (pessoas carregando drogas, mas não em quantidade suficiente para ser enquadrado como tráfico de drogas) e apenas três ocorrências no ano passado; foram 11 casos de porte ilegal de arma de fogo e sete em janeiro passado; veículos roubados ou furtados que foram recuperados chegaram a 80, em 2015 foram 98; a polícia prendeu 185 pessoas até agora nos vários casos criminais a que atende, e em janeiro anterior foram 213 pessoas.
 
Cinco pessoas foram assassinadas em janeiro, uma a menos que no ano passado; e foram oito tentativas de homicídio, 2015 teve 15 casos; o número de lesão corporal dolosa (com intenção de matar) já soma 150, contra 172 de janeiro passado; houve um latrocínio neste ano e nenhum ano passado; e os 22 crimes de estupro já superam o número de 17 de 2015; foram roubados 54 veículos e 142 furtados, uma queda dos casos registrados em janeiro de 2015, que teve 117 veículos roubados e 183 furtados.
 
INTERIOR – Considerando o número de pessoas vítimas de homicídio, houve diminuição de 6,95% – de 187 para 174; foram 13 vítimas a menos em janeiro deste ano, em comparação ao mesmo mês de 2015. O total é o menor desde 2009. Os estupros também recuaram em janeiro, com 2,42% casos a menos na comparação com o mesmo período de 2015. O total baixou de 496 para 484 ocorrências do tipo.
 
BOX 1......................
 
Crimes contra o patrimônio
 
Todos os crimes contra o patrimônio caíram no interior paulista. Os latrocínios tiveram redução de 40%, com seis casos a menos em janeiro. O índice passou de 15 para nove ocorrências, atingindo o segundo menor número de casos desde o início da série histórica, em 2001. O número de vítimas de latrocínio também teve recuo. A redução foi de 37,5%; o total passou de 16 para 10. É o segundo menor número da série histórica.
 
Em janeiro, houve recuo de 1,54% nos roubos em geral. A quantidade baixou de 6.759 para 6.655, com 104 a menos. O total de ocorrências é o menor desde 2013, quando houve 6.517 casos do tipo. Os roubos a banco caíram 25%, com um caso a menos em janeiro. O índice caiu de quatro para três ocorrências, atingindo o terceiro menor número de casos desde o início da série histórica, em 2001. Houve, ainda, diminuição nos roubos de carga, que recuaram 18,18%; passaram de 110 para 90.
 
Os indicadores de roubos e furtos de veículos também apresentaram redução em janeiro. O recuo dos roubos de veículos foi de 19,24 %, passando de 1.570 para 1.268 casos – 302 a menos. É o menor número desde 2008.
 
Já os furtos de veículos caíram 2,05%. Foram 3.763 furtos de veículos em janeiro do ano passado, contra 3.686 no mesmo mês deste ano. O total é o menor desde 2012, quando houve 3.512 casos. Os furtos em geral apresentaram diminuição de 2,97%, com 644 caso a menos em janeiro. O índice caiu de 21.700 para 21.056 ocorrências, atingindo o menor número desde o início da série histórica, em 2001. 
 
Os casos de extorsão mediante sequestro passaram de três ocorrências em janeiro de 2015 para zero no mesmo mês deste ano.
 
 
 
Recorde de prisões
 
No mês de janeiro, houve aumento de 4,18% no número de prisões, com 8.778 detenções – a maior quantidade desde 2001. O número de armas apreendidas aumentou 2,77%, passando de 795 para 817. Durante o mês de janeiro, os policiais apreenderam 2,8 toneladas de drogas no Interior. O total representa 12% mais quilos de entorpecentes retirados das ruas se comparado com as 2,5 toneladas encontradas no mesmo mês do ano passado.
 
 
Menor número de vítimas de 
homicídios da série histórica
 
A cidade de São Paulo começou este ano com histórica queda nos homicídios dolosos. Com redução de 40,21%, a taxa do indicador atingiu 8,18 ocorrências por grupo de 100 mil habitantes, a menor em toda a série histórica. O recuo representa 39 casos de homicídio a menos. Em janeiro do ano passado, foram 97 ocorrências, contra 58 no mesmo mês deste ano. Pela primeira vez na série, a quantidade de casos ficou abaixo de 60 registros.
 
Considerando o número de pessoas vítimas de homicídio, houve diminuição de 42,16% – de 102 para 59. Foram 43 vítimas a menos em janeiro deste ano, em comparação ao mesmo mês de 2015. O total também é o menor desde o início das estatísticas.
 
Os latrocínios ficaram estáveis com nove registros em janeiro, a mesma quantidade que o contabilizado em igual mês de 2015. Cada ocorrência teve uma vítima – ficando também estável. É o menor número de casos desde 2013.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar