Terça-Feira, 2 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Vereador armado pode ser cassado em Tatuí

Publicada em 26/02/2016 às 06:40
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu a cassação de Dione Batista, vereador do PDT, de Tatuí. Ele foi detido com uma arma de fogo na própria casa. De acordo com o processo, o crime foi cometido em 2012 e o julgamento, no fim de 2013. Porém só em 18 de fevereiro deste ano é que o órgão enviou à Câmara uma carta pedindo para que os vereadores votem em plenário pelo fim do mandato. A Câmara de Tatuí tem até 19 de março para fazer a votação. A decisão tem de ser tomada por maioria absoluta. 
 
Caso a Câmara não cumpra o prazo, os vereadores podem responder a improbidade administrativa. A assessoria de Batista informou que ele está de licença médica pelos próximos 20 dias e só vai se pronunciar sobre o caso após a liberação médica.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar