Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Tarifa de ônibus sobe para R$ 3,80 Passe estudante e de fim de semana permanecerão com o mesmo valor

Publicada em 05/01/2016 às 18:08
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A partir do próximo dia 13, o usuário do transporte coletivo de Sorocaba terá de pagar R$ 0,30 a mais no passe social. A informação de que a tarifa sofrerá ajuste, passando dos atuais R$ 3,50 para R$ 3,80, foi passada na tarde desta terça-feira (5) pelo prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) durante reunião com Conselho Municipal do Jovem. O preço da Tarifa Plena do serviço público de transporte coletivo e Vale Transporte passará para R$ 4.
 
De acordo com Luiz Salmeron, secretário do Conselho, que também participou do encontro com outros 20 integrantes, apenas o passe social terá aumento. Já para o passe estudante e o de fim de semana será mantido os valor atual de R$ 1,50. Ele explica, ainda, que a decisão de não alterar esses valores já estava na pauta do prefeito sem ter tido mudanças no decorrer da reunião. 
 
Conforme Salmeron, Pannunzio disse que o aumento se dará como reflexo da inflação e também por conta do custeio do transporte. Como o passe estudante não terá alterações, o secretário explica que, do total arrecadado com o aumento do social, haverá repasses para o passe estudante. “O prefeito deixou claro que é direito do estudante ter a mobilização.”
 
Durante o encontro, que teve a presença do presidente interino da Urbes Trânsito e Transportes, Sérgio Pires Abreu, Pannunzio explicou que não há como a Prefeitura manter a tarifa nos valores atuais, o que incorreria na necessidade de aumentar os subsídios. “Quando a inflação atinge os dois dígitos, os insumos que incidem sobre o transporte coletivo corrigidos periodicamente, não tem como manter. Ano passado já subsidiamos R$ 42 milhões para manter as tarifas no valor acordado”, afirmou.
 
O último reajuste deu-se em junho de 2015, quando a tarifa social passou de R$ 3,20 para R$ 3,50. Na ocasião, o passe estudante também não sofreu acréscimo. Na época, o aumento considerou os custos operacionais do transporte, face ao salário e benefícios concedidos à respectiva categoria profissional e, ainda, à reposição da variação de preços de insumos. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar