Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Alunos saem às ruas do Centro contra alteração na rede municipal Os estudantes são contra o fim do Ensino Fundamental II nas escolas municipais

Publicada em 28/10/2015 às 02:10
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Foto: Fernando Rezende
Cerca de 80 estudantes das escolas municipais “Leonor Pinto Thomaz”, “Getúlio Vargas”, “Achilles de Almeida” e “Matheus Maylasky” protestaram na tarde desta terça-feira (27), pelas ruas da região central, contra as mudanças na rede municipal de ensino anunciadas pelo secretário da Educação, Flaviano Agostinho de Lima. A partir de 2017, o Município não atenderá mais ao Ensino Fundamental II, que vai da 6ª a 8ª série, porque o governo do Estado de São Paulo será o responsável pelo atendimento desses alunos.
 
Os estudantes saíram da Praça Doutor Arthur Fajardo (Largo do Canhão), percorreram algumas vias e encerraram o protesto na Praça Coronel Fernando Prestes. Eles prometem fazer manifestações até que sejam ouvidos pelas autoridades públicas. Segundo os jovens, Sorocaba precisa investir na Educação e não “fechar escolas”. 
 
Para a estudante do 8º ano, Isabelle Fronzoni, 14 anos, que será afetada com as mudanças, o sentimento é de “indignação”, e por isso resolveu protestar. “Estou justamente aqui lutando pelo meu direito, porque no ano que vem vou estar no Ensino Médio e eu vou ter de me mudar. Estamos inconformados”, afirmou. 
 
Também estudante da mesma série, Regina Saga da Silva, de 13, afirmou que as mudanças não foram pensadas para os alunos e que, por isso, não aceita e considera o assunto polêmico. “Eles não pensaram na gente. Acho isso polêmico, não gosto disso.” Para os matriculados, as mudanças visam pôr fim ao Ensino Médio “nas melhores escolas municipais de Sorocaba”. 
 
OUTRO PROTESTO - Na tarde desta quarta-feira (28), por volta de 13h30, está programada outra manifestação. Os estudantes irão se juntar ao ato dos servidores. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos e Municipais de Sorocaba, Salatiel Hergesel, além de fazerem um manifesto em favor dos servidores públicos, eles irão apoiar a manifestação de pais, alunos e professores contra as mudanças no ensino da cidade. 
 
“Em virtude dos acontecimentos na área de Educação, aquilo que era apenas um ato em favor do servidor público, será também um movimento da população e dos servidores, juntos, por um serviço público de qualidade.” Segundo ele, no primeiro momento, o ato será apenas na Praça Coronel Fernando Prestes, mas há a possibilidade de se fazer uma caminhada pelas ruas do Centro. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar