Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Aparecida fica repleta de romeiros no dia da Padroeira A fila para ver a pequena imagem da Santa demorava pouco mais de meia hora

Publicada em 13/10/2015 às 00:10
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Foto: Conteúdo Estadão
A cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba, amanheceu lotada de fiéis que vieram celebrar o dia dedicado a Nossa Senhora da Conceição Aparecida, a Padroeira do Brasil. Cerca de 160 mil pessoas deveriam passar a data em oração no maior templo mariano do mundo. Pela manhã, já era grande a movimentação de pessoas na Capela das Velas e na Sala das Promessas, locais de grande peregrinação. A fila para ver a imagem da Santa estava demorando pouco mais de meia hora.
 
Na segunda Missa do dia, houve lotação total no interior da Basílica, cerca de 30 mil pessoas acompanharam a liturgia. Às 9 horas, foi celebrada a Missa solene, presidida por dom Murilo Sebastião Krieger, arcebispo de Salvador (BA), e Primaz do Brasil. No fim de semana, o movimento de fiéis foi de mais de 140 mil pessoas. Os hotéis próximos à Basílica permaneceram lotados.
 
A Missa das 7 horas, no Altar Central da Basílica, contou com a participação ativa das crianças no coral, representadas pelo Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida, nas leituras e nas entradas solenes da entronização da imagem de Nossa Senhora e na procissão do ofertório. Os pais, tios e avós mostrando tudo às crianças, sinalizavam a eles a importância de demonstrarem sua fé e amor a Nossa Senhora.
 
O celebrante, missionário redentorista, padre Alberto Pasquoto, dirigiu-se durante toda a celebração às crianças, enfatizando a importância delas na sociedade e na Igreja e lhes deu uma bênção especial, pedindo que todos impusessem suas mãos sobre as crianças rezando: “Que elas cresçam com saúde, livres de todo o mal, do pecado, da violência. Que cresçam obedientes e estudiosos, que sejam a alegria da família e que ajudem a melhorar este mundo, sendo felizes hoje e sempre.” Em sua homilia, o sacerdote fez um apelo à vida destacando a necessidade de cada um ser portador do amor de Deus. “O nosso grito no dia de hoje é o grito de Ester (Livro de Ester), queremos vida, vida para o povo brasileiro.”
 
PROCISSÃO MEMÓRIA - Após nove dias de intensa oração, pelas manhãs, tardes e noites, durante a Novena da Padroeira 2015, os devotos acompanharam, neste domingo (11), a tradicional Procissão Memória, que encerrou o novenário. A procissão luminosa saiu logo após o término da Novena Solene da Tribuna Papa Bento XVI, em direção ao Porto do Itaguassu, local onde os pescadores encontraram a imagem de Aparecida, em 1717 – primeiramente o corpo, seguido da cabeça. Os fiéis caminharam lentamente, rezando a todo momento.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar