Sábado, 20 de Julho de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Evasão de demanda exige novo chamamento para o Ipanema II

Publicada em 26/09/2015 às 02:09
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Foto: Assis Cavalcanti/Secom
A cada novo sorteio de habitações populares no município, a Secretaria da Habitação e Regularização Fundiária sabe que terá de enfrentar os percalços de uma evasão de demanda muito grande. Dados da pasta indicam que mais de 50% dos inscritos sorteados não cumprem com os requisitos e filtros para benefício do financiamento da moradia própria, inviabilizando a possibilidade de que aqueles, que verdadeiramente precisam, consigam garantir a inclusão no processo.
 
Mais recentemente, com o chamamento para comprovação de regularidade dentro do sorteio dos 2.156 apartamentos do residencial Altos do Ipanema II, dos quase 2.200 convocados, pouco mais de 1.530 compareceram à unidade descentralizada da Secretaria para apresentar a documentação exigida. Destes, efetivamente, 924 atendem aos critérios e continuam no trâmite legal para o financiamento.
 
Com isso, segundo o diretor de Área da pasta, Francisco Carlos Rodrigues da Silva, será necessário chamar mais de 2 mil inscritos no sistema habitacional municipal para, então, conseguir finalizar a ocupação do empreendimento. “Além daqueles que conseguiram comprovar as informações do cadastro, realizado pela internet, temos uma demanda de indicação. São pessoas que vivem em área de risco ou são atendidas por programas sociais e que têm preferência”, explicou, justificando que no total ainda restam 588 apartamentos para ser ocupados.
 
Com a demanda irregular que para no filtro da Secretaria, todo o trabalho de atendimento à população que aguarda ter seu imóvel próprio chega a atrasar em até seis meses. “É um tempo precioso, que acarreta retrabalhos, prejudicando muito a vida do cidadão necessitado”, disse.
 
As etapas de sorteio, segundo Francisco, não são isoladas do contato e a orientação da pasta. Técnicos atuam orientando, esclarecendo dúvidas e atendendo ao cidadão sorteado durante vários meses, antes mesmo do início do chamamento. A ideia é de que os beneficiados consigam colocar a vida pessoal em dia e, assim, entregar a documentação para abertura do processo de financiamento junto ao agente financeiro. “Infelizmente, nem todos conseguem, mesmo assim mantemos um tempo para que providenciem tudo e cumpram com as exigências da lei”, reitera.
 
NOVA CHAMADA - Na próxima semana, por meio do Jornal "Município de Sorocaba", mais de 2 mil pessoas devem ser chamadas para um novo período de entrega de documentação, visando preencher os 588 imóveis restantes do Altos do Ipanema. Com tempo exíguo, já que a Caixa Econômica Federal deu até dezembro para encerramento desta primeira etapa, a Secretaria espera que os próximos beneficiários estejam mais atentos à necessidade de cumprir as determinações da lei.
 
Têm direito a participar dos sorteios habitacionais, de acordo com o programa federal, "Minha Casa, Minha Vida", as pessoas com renda familiar até R$ 1,6 mil, que não possuam imóveis em seu nome. São objeto de pontuação a constituição familiar com um adulto, independente do sexo, e mais duas crianças de até 12 anos incompletos; a mulher arrimo de família; os núcleos familiares que possuam um portador de deficiência; famílias que tenham um membro com doença grave e aquelas que vivem em área de risco. Os próximos que serão chamados foram sorteados dentro do sistema e aguardam na fila seu momento de conseguir ter a casa a própria.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar