Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Festival FEBRE abre espaço para a Música em Sorocaba Sesc será palco, durante três dias, de conferências e debates, seguidos de apresentações musicais

Publicada em 14/07/2015 às 02:07
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Banda Pedra Branca (Foto: Divulgação)
Um evento que tem como atrações shows em diversos espaços na cidade e conferências seguidas de apresentações musicais. Este é o Festival FEBRE: Conferência e Música de Sorocaba, que será realizado na semana que vem, de 24 a 26 de julho, centralizando a programação principal no teatro do Sesc, para a qual ingressos já estão disponíveis na Central de Atendimento da Unidade, à rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade, ou no portal Sesc - sescsp.org.br/sorocaba . Custam R$ 17,00 (inteira), R$ 8,50 (usuário com cartão válido inscrito no Sesc e dependentes, aposentados, pessoas com mais de 60 anos, servidor da rede pública de ensino e estudantes com comprovante) e R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciados no Sesc e dependentes - Credencial Plena). Um ingresso garante somente acesso às atrações de um dos dias de evento.
 
No dia 24, sexta-feira, às 18 horas, haverá um discurso de abertura e um set de DJ de Marcelo Yuka, um dos principais compositores da música brasileira nos anos 1990. Em seguida, será debatido o tema "Criatividade e Criação", com Maurício Takara, músico que tem 11 discos lançados; Kiko Dinucci, compositor e desenhista que conquistou reconhecimentos como o Prêmio Multishow e Prêmio da Música Brasileira; e Rafael Ferraz, músico, compositor e produtor cultural conhecido na cena independente de Sorocaba.
 
Às 19h30 ainda da sexta-feira (24), no Sesc, é hora de se discutir sobre "Transformação Social", com Simone Ferreira, musicista e coordenadora da Escola de Música da Rocinha (EMR), no Rio de Janeiro; Guto Borges, historiador com mestrado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e Flávia Biggs, socióloga e cientista social formada pela Universidade Estudal Paulista (Unesp) e guitarrista e vocalista da banda The Biggs desde 1996.
 
DEBATE SOBRE NOVAS MÍDIAS - No dia 25, sábado, às 18 horas, haverá o debate "Novas Mídias", com Alexandre Matias, um dos principais nomes no jornalismo de cultura e tecnologia no Brasil; Camilo Rocha, DJ e jornalista que atua na imprensa desde o final dos anos 1980; e Felipe Shikama, jornalista pós-graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP), autor do livro-reportagem "A Síntese da Exclusão". Às 19h30, será realizada a mesa redonda "Governo e Sociedade Civil", com Flávio de Abreu, que já trabalhou para diversas multinacionais em mais de 15 países e está à frente da Scubidu Music, uma agência especializada em turnês musicais e gerenciamento de carreiras; a professora Jaqueline Gomes da Silva, secretária de Cultura da Prefeitura de Sorocaba; e Mário Sérgio Barroso, músico e produtor cultural. A série de eventos do dia será encerrada com show da banda Cidadão Instigado, que completou 19 anos de carreira neste ano.
 
No domingo (26), às 18 horas, será debatida a "Economia da Cultura", com Luís Otávio Ribeiro, co-fundador da plataforma Catarse, que permite realizar projetos que ainda estão `no papel' por meio da Internet; Erick Krulikowsk, gestor executivo, consultor, professor e palestrante em negócios criativos e culturais; e Cristina Delanhesi, produtora cultural que ajudou a construir o acervo em formação do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (Macs), que hoje conta com mais de 400 obras. Às 19h30, será realizado o painel "Onde a música dá certo?", com Fabrício Nobre, empreendedor e produtor cultural desde 1997; Anderson Foca, sócio e fundador do selo Do Sol, Festival Do Sol e Produtora Do Sol, com atuação em Natal (RN); e Mário Bross, músico ativo desde 1994 e um dos sócios do bar Asteroid, em Sorocaba. 
 
O encerramento será realizado com show da banda Pedra Branca, um dos maiores grupos de world music do Brasil.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar