Terça-Feira, 31 de Março de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Com fim da greve, Educação define diretrizes para reposição de aulas

Publicada em 17/06/2015 às 02:06
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Com o fim da greve dos professores da rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação do Estado definiu as regras de reposição de aulas para os alunos que tiveram o conteúdo programático parcialmente afetado em decorrência da paralisação do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). As instruções, que serão publicadas no “Diário Oficial do Estado”, determinam que as 91 diretorias regionais de ensino sejam responsáveis pelo acompanhamento do plano de atividades. Os calendários devem ser elaborados pela direção de cada unidade. 
 
Conforme a pasta, o movimento grevista teve a participação de apenas um entre os seis sindicatos representantes dos funcionários da Educação em São Paulo. Afirma, ainda, que durante todo o período, a paralisação foi isolada com baixa adesão e, nos casos de ausências, a orientação era para que todas as escolas utilizassem o banco disponível com 35 mil professores substitutos. Os índices oficiais de comparecimento ficaram em 95%. Para os casos em que os alunos não foram plenamente atendidos, a secretaria orientou que as unidades envolvidas elaborem seu cronograma de reposição, aprovado pelo Conselho de Escola. 
 
Os estudantes e seus responsáveis devem ser notificados e informados sobre o plano de reposição definido. De acordo com o secretário de Educação, Herman Voorwald, os professores já mostraram comprometimento e a maioria compareceu às salas de aula. “Vamos continuar atuando em parceria e, com o compromisso de garantir o ensino integral aos nossos alunos, definimos as diretrizes para a reposição.” A coordenadora da Apeoesp, em Sorocaba, Magda Souza, explica que a greve durou cerca de 92 dias e a decisão de suspendê-la deu-se em assembleia estadual. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar