Sexta-Feira, 5 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Unidade Caps III deve ser inaugurada em agosto A junção das unidades Caps II passarão a ser Caps III dentro de 120 dias, segundo coordenadora da Saúde Mental

Publicada em 20/05/2015 às 03:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A junção das três unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) II, que atendem a pessoas com deficiência mental, serão transformadas em Caps III até o fim do mês de agosto deste ano, ou seja, em 120 dias a unidade precisa ser entregue, de acordo com a coordenadora da Saúde Mental da cidade, Mirsa Dellossi.
 
Em 2014, com a desativação dos leitos psiquiátricos nos hospitais do município, a proposta foi que a internação psiquiátrica fosse feita nos leitos da saúde mental da Santa Casa e nas unidades Caps. Mirsa explica que, de acordo com o Ministério da Saúde, os municípios com mais de 200 mil habitantes precisam apresentar um Caps 24 horas. Atualmente, a cidade conta com um Caps AD (Álcool e Drogas) e três unidades Caps II, com atendimento das 8 às 17 horas.
 
Ela ressalta que, após uma conversa com os responsáveis pelo Caps II “Jardim das Acácias”, foi feito um novo contrato firmando que essas quatro unidades vão se tornar apenas duas, ficando um Caps AD 24 horas e um Caps III 24 horas. Até que essas unidades estejam prontas, o Caps II continuará funcionando normalmente. A inauguração da unidade Caps AD 24 horas está prevista para o mês de junho deste ano. 
 
A proposta do Ministério da Saúde é que tenha até o ano de 2016 três Caps 24 horas e Três Caps AD 24 horas. O planejamento para essa nova ideia começará a ser feito a partir do segundo semestre deste ano.
 
ATENDIMENTO EM UBS - Os pacientes que estão sendo atendidos no Caps II passaram a ser consultados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A coordenadora Mirsa comenta que muitas pessoas não precisam de atendimento específico do Caps, portanto apenas os casos mais graves continuaram com atendimento na unidade “Jardim das Acácias”. 
 
“Se a pessoa frequentou o Caps durante um tempo e ficou compensada do ponto de vista medicamentoso e consegue fazer as coisas dela sozinha, não precisa ficar no Caps e pode ser atendida na Unidade Básica. O que eu penso sempre e, às vezes, é um desafio, é imaginar quando você tem alta do Caps?”, explica.
 
A coordenadora afirma que o Caps não vai fechar, apenas será transformado e terá um novo endereço. Ela garante que a população pode ficar tranquila porque já está sendo planejada uma comunicação direta em todas as UBSs para que não haja nenhum sofrimento na mudança das unidades. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar