Domingo, 16 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Final de semana terá 26 horas ininterruptas de atrações artístico-musicais em diferentes pontos da cidade

Publicada em 20/05/2015 às 03:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

Está tudo praticamente pronto para mais uma edição da Virada Cultural Paulista em Sorocaba, que este ano acontece entre 18 horas de sábado (23) e 20 horas de domingo (24), numa parceria que envolve a Secretaria de Estado da Cultura e a Prefeitura local, além do Sesc e do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS). Serão 26 horas ininterruptas de atrações artístico-culturais em diferentes pontos da cidade, todas inteiramente gratuitas. Entre os destaques, estão os shows de Pitty, Gabriel Sater, Rastapé, Jorge Aragão, Bixiga 70, Ogi e Bonsucesso Samba Clube no palco principal, localizado no Parque "Maestro Nilson Lombardi", no Jardim Ipiranga. Mas a Virada tem muito mais: cinema, ópera, stand up, literatura e teatro adulto e infantil. 
 
O cantor Gabriel Sater, filho do violeiro Almir Sater, abre as atrações de maior destaque no sábado (23), no Jardim Ipiranga. Desde os 19 anos na carreira musical, Gabriel possui forte influência do Pantanal, característica marcante de sua obra: uma mistura da cultura pantaneira com uma grande variedade de ritmos, como choro, samba, tango, chamamé, valsas e polca paraguaia. 
 
Além do Parque "Maestro Nilson Lombardi", os sorocabanos poderão conferir as atrações da Virada Paulista'2015 no Teatro Municipal, no Parque da Boa Vista; e nos Parques "Carlos Alberto de Souza", no Campolim, e "Amedeo Franciulli", no Parque Vitória Régia. Além desses espaços, o Museu da Estrada de Ferro Sorocabana, no Jardim Maylasky, na região central, será transformado em cinema com apresentação de filme disponibilizado pelo MIS. Já o Sesc, na rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade, terá também agenda especial para este final de semana de Virada Cultural Paulista em Sorocaba, com atrações de cinema, música, teatro e literatura. 
 
JARDIM IPIRANGA - No palco principal da Virada Cultural Paulista, no Jardim Ipiranga, os sorocabanos vão poder conferir as apresentações musicais a partir das 19h30 de sábado. O primeiro grupo a se apresentar será a Banda da Feira. Formada pelos músicos Antônio Freire (voz, violão e viola caipira), Ronaldo Richieri (acordeão), Rodrigo Ferreira (baixo), José de Sá (percussão) e Marco Corrêa (percussão), a banda busca aproximar o público da harmonia e dos variados ritmos que caracterizam a cultura nordestina. Para isso, eles pesquisam autores clássicos e contemporâneos da música nordestina; Luiz Gonzaga e Dominguinhos costumam pintar no repertório.
 
Em seguida, às 21 horas, Gabriel Sater sobe ao palco, para mostrar faixas do terceiro disco de sua carreira, "Indomável" (2014). Outra atração do palco principal no sábado será o Bonsucesso Samba Clube, que se apresenta às 22h30. Fundado em 2000 pelo cantor e compositor Rogerman em Olinda, o Bonsucesso Samba Clube busca referências no samba, no rock e nos ritmos latinos e pernambucanos. Ao lado de mais quatro músicos, o vocalista sobe ao palco para interpretar músicas do terceiro disco da carreira, "Coração da Boca Sai" (2014), entre elas "Beat Now" e "Hey Irmão".
 
Para encerrar os shows de sábado, Jorge Aragão sobe ao palco a meia-noite e promete agitar a cidade com clássicos do samba. Nascido no subúrbio de Padre Miguel, no Rio de Janeiro, o cantor e sambista acumula inúmeros sucessos e foi regravado pelos principais nomes do gênero, entre os quais Beth Carvalho, Zeca Pagodinho e Martinho da Vila. Com o cavaquinho em punho e muito carisma, Jorge Aragão desfila algumas de suas criações, como "Do Fundo do Nosso Quintal" e "Eu e Você Sempre".
 
No domingo (24), no Parque "Maestro Nilson Lombardi", as apresentações começam às 14 horas, com a Banda Cataia. Autodefinido `multicultural', o grupo mostra sua inventividade sobre uma base de ritmos-raiz, como o maracatu, o xote, o baião e o coco, numa mixagem ativa com elementos rítmicos africanos e do rock tradicional. Na sequência, às 15h30, tem show do Bixiga 70, que tem como principal objetivo disseminar a música regional brasileira. Com ênfase nos ritmos dançantes do norte e nordeste, como o xote, o baião, o samba, o forró, o maracatu e o carimbó, mostra faixas dos quatro discos que lançou ao longo da trajetória. Já às 17h30, os fãs do rapper paulistano Rodrigo Ogi poderão conferir faixas do disco "Crônicas da Cidade Cinza" (2011), onde ele constrói narrativas precisas sobre a cidade de São Paulo. O público pode esperar por músicas como "Profissão Perigo" e "Corrida de Ratos".
 
E, para encerrar a programação da Virada Cultural em Sorocaba, a rockeira Pitty faz show a partir das 18h30 de domingo também no Jardim Ipiranga. Após um período de dedicação ao duo Agridoce, a cantora se reencontrou com o rock cru no seu quarto disco de estúdio, "Sete Vidas" (2014). No momento, inclusive, ela se prepara para lançar um DVD que traz um documentário sobre a gravação deste último trabalho. Ela leva para o palco músicas recentes, como "Serpente" e "Lado de Lá", mas sem se esquecer de faixas dos trabalhos anteriores, como "Equalize" e "Me Adora".
 
NO TEATRO MUNICIPAL - Repetindo o roteiro das edições anteriores, a abertura oficial da Virada Cultural Paulista'2015 também acontece no Teatro Municipal, no Parque da Boa Vista, no sábado, às 18h30. Em seguida, às 19 horas, os sorocabanos poderão conferir o espetáculo "O Barbeiro de Sevilha - Ou a História Contada e Cantada da Ópera A Inútil Precaução". No formato de ópera curta, "O Barbeiro de Sevilla" mantém as características originais da peça de Pierre-Augustin, representada pela primeira vez em 1775, e da ópera original de Giochino Rossini, que estreou em 1816. A ópera conta a história do Conde de Almaviva, que se apaixonou por Rosina em Madri, onde a viu pela primeira vez no Passeio do Prado, e as suas tentativas de aproximação.
 
Já às 21h30, será encenada a peça de teatro "A Mais Forte". Adaptação do texto A Mais Forte, de Strindberg, na qual a diretora Christiane Tricerri propõe um duelo entre duas mulheres que amam o mesmo homem e brigam pelo mesmo teatro, pela mesma personagem no palco e na vida: a mais forte. O humorista e roteirista David Mansour fecha a noite, a partir das 23h59, com um `stand up'. Fundador do primeiro grupo de stand up comedy do Norte do Brasil, o "Em Pé Na Rede", ele participou de vários de programas de TV, como Fritada, do Multishow, e The Noite, no SBT, e fez parte do elenco da `Praça é Nossa', no SBT.
 
No domingo, a programação do Municipal é voltada ao público infantil. Às 11 horas, o Grupo Pasárgada reproduzirá no palco as raízes populares, a identidade cultural, cidadania e a exclusão social retratadas nos contos de Luís da Câmara Cascudo. Em "Que Bicho é Esse???", a trupe conta a história dos desafios propostos por um rei aos pretendentes da mão da princesa, para que adivinhem do que é feita a sua almofada real. A dramaturgia, feita por Angela Lyra e José Geraldo Rocha, contempla um enredo em que uma princesa, um bicho esquisito e muitos instrumentos musicais (violino, violão, flauta, acordeom e cavaquinho) acompanham o desenvolvimento dessa história que tem desafios a serem cumpridos pelos pretendentes da mão da princesa. Mas, opa! Será que a princesa quer mesmo se casar? Como será o final dessa história? 
 
Para assistir as montagens, o público deverá retirar os ingressos na bilheteria do Teatro com uma hora de antecedência.
 
CAMPOLIM - Às 10h30 de domingo, quem for ao Parque "Carlos Alberto de Souza", no Campolim, poderá conferir a Banda Pindorama, que mostrará os causos, as cirandas e a magia do folclore brasileiro, apresentando o bumba-meu-boi e as  tradicionais bandas de pífanos, entre tantos outros ritmos. Na sequência, às 12 horas, o Bola Sete se apresenta no local no ritmo do autêntico samba carioca.
 
PARQUE VITÓRIA RÉGIA - No palco que será montado no Parque "Amedeo Franciulli", no Vitória Régia, na Zona Norte, por outro lado, os sorocabanos poderão conferir, às 16 horas, o grupo de forró pé-de-serra "3 do Norte". Quem for ao local, poderá conferir um repertório de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Sivuca, João do Vale e outros grandes nomes da Música Popular Brasileira. 
 
O trio é formado por Taú (sanfona), Túlio Charaba (zabumba e voz) e Zé Nilton (triângulo e voz).
 
MUSEU DA ESTRADA DE FERRO SOROCABANA - No Museu da Estrada de Ferro Sorocabana, no Jardim Maylasky, no sábado, às 16 horas, a população poderá conferir o filme "Canta Maria" (2006), do diretor Francisco Ramalho Júnior, que tem a atriz Vanessa Giácomo no papel principal e é baseado em um romance passado no final dos anos 30, no Nordeste brasileiro. A história narra os amores da órfã Maria, que se apaixona por Filipe, um amansador de cavalos. Ele mora num sítio com seu sobrinho, Coriolano, que também acaba se encantando pela jovem. O ciúme de Filipe destrói essa paixão, separando-os.
 
SESC SOROCABA - O Sesc Sorocaba também é parceiro da Virada Cultural Paulista e faz programação especial e gratuita ao longo de todo o fim de semana. Um dos destaques é o show da banda Choro Moço, que apresenta clássicos de Chico Buarque no domingo, às 13 horas. Às 17 horas, também do domingo, quem agita o Sesc é o bloco afro Ilú Oba De Min. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar