Quarta-Feira, 3 de Junho de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Desmantelada quadrilha que trazia drogas da Bolívia e do Paraguai Grupo distribuía os entorpecentes em Sorocaba e Votorantim

Publicada em 08/05/2015 às 10:05
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) desmantelou uma quadrilha que gerenciava o tráfico de drogas na região. Os entorpecentes eram trazidos da Bolívia e do Paraguai e distribuídos em Sorocaba e Votorantim. Os envolvidos foram presos durante uma operação, que contou com o apoio da Polícia Civil de outros Estados. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos no dia 26 de março em Sorocaba, Pouso Alegre (MG) e Cárceres (MT). Sete pessoas foram detidas e outras quatro ainda estão foragidas. 
 
De acordo com o delegado Rodrigo Ayres, as investigações duraram quatro meses e apontaram Erinaldo Maciel da Silva, vulgo "Avalanche", como o chefe do grupo. Ele comandava o esquema de dentro da penitenciária de Martinópolis (SP), onde cumpre pena por tráfico de drogas. O acusado delegava as funções para cada membro da quadrilha, juntamente com sua mulher. O casal foi descoberto e preso em Votorantim. Ela ficou detida durante 30 dias, mas responderá ao processo em liberdade por ter contribuído com as diligências.  
 
Silva também estabelecia os pontos de vendas e os deixava a cargo de Avelar Teodoro dos Santos, vulgo "Gordão", que atuava com o filho, Emerson Tendolo dos Santos. Sebastião Cardoso, 58 anos, era responsável por trazer a droga da Bolívia através de Cárceres, que faz fronteira com aquele país. Ele foi preso durante a operação e trazido a Sorocaba na quarta-feira (6).
 
Os outros integrantes do grupo são Mauri Aparecido Moraes, vulgo "Pingo", e Ednaldo Cavalcante de Souza, vulgo "Compadre", presos em Sorocaba. Além deles, está Ricardo Sinigaglia, vulgo "Ricardinho", morador de Votorantim e capturado em Pouso Alegre (MG). 
 
Avelar Santos foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba, por ter sido preso em flagrante. O restante está detido na unidade transitória de São Roque. Ainda estão foragidos Altamiro José da Cruz, vulgo "Negão", morador de Ibiúna; Bruno Willian da Cunha, vulgo "Chimba", morador de Votorantim; Sérgio Augusto Camargo, de Pilar do Sul; e Osmar Gonçalves Moreira, de Ponta Porã (MS), que era incumbido de enviar as drogas do Paraguai. 
 
Todos responderão aos crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas. Durante a operação, foram apreendidas diversas porções de entorpecentes e balanças de precisão. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar